Home YouTube TikTok Jogos love@antenalove.com.br
VOCÊ ESTÁ NA RÁDIO


Longa nacional sci-fi Contos do Amanhã estreia nos cinemas dia 9 de dezembro



O longa de ficção científica "Contos do Amanhã", escrito e dirigido por Pedro de Lima Marques, estreia em circuito comercial nas principais capitais brasileiras a partir do dia 9 de dezembro. Em 2165, o sequestro de Michele Medeiros (Daiane Oliveira) coloca a cidade-estado Porto 01, o último reduto humano, em guerra. Jeferson (Bruno Barcelos), um adolescente que vive em 1999, na véspera do bug do milênio, recebe misteriosos áudios do futuro. Com uma Internet muito lenta, ele precisará encontrar uma forma de salvar a humanidade. Informações no site contosdoamanha.com.br.

A produção nacional entra em cartaz na semana do dia 11 de dezembro, Dia da Ficção Científica Brasileira, em homenagem ao nascimento do escritor Jeronymo Monteiro (1908-1970), considerado o pai da ficção científica nacional. Aventura adoslescente recheada de efeitos visuais e referências aos anos 1990, "Contos do Amanhã", conta com um elenco de mais de 100 atores e figurantes - escolhidos em uma chamada pública que reuniu mais de 700 candidatos.

Passado e futuro colidem no filme que reconstitui 1999, com computadores 486 e internet discada, enquanto imagina o mundo do século XXII com naves e aparatos high-tech. "Tenho a intenção de propor um caminho narrativo e estético diferente - que viabilize novos universos", diz Pedro de Lima Marques, que estreia na direção de longas. Entre as referências citadas pelo cineasta estão os animes "Ghost in the Shell" e "Akira" e os filmes da série "Matrix".

Veículos e cenários virtuais foram criados pelo próprio diretor em sua empresa de efeitos visuais, a Forno FX. "Podemos criar mundos novos. Não é um monopólio do estrangeiro", acredita Pedro. “E pode ser da nossa forma, do nosso jeito”, conclui. O trabalho começou ainda em 2014, com filmagens em Porto Alegre, litoral e serra gaúcha. Toda a pós-produção foi feita no Brasil. Com baixo orçamento e muita criatividade, Pedro estima que mais de 500 planos do filme tiveram algum retoque digital.

O filme chega aos cinemas brasileiros depois de colecionar 27 seleções e 15 prêmios em festivais de cinema de gênero em 12 países, incluindo o Boston Sci-fi Film Festival, um dos mais importantes eventos da categoria. Já a curadoria do Other Worlds Film Festival (EUA), de onde o longa saiu com o prêmio de melhor direção de arte, descreve o longa como um coming of age "Matrix", com menos lutas e mais romance. Além de visões do futuro, o protagonista tem que lidar com seus relacionamentos que não engrenam, as provas do colégio e as preocupações exageradas de sua mãe.

Contar histórias fantásticas para o mundo é o lema de Daniela Israel, que assina a produção. "O nosso desafio é construir um cinema brasileiro de ficção científica - um cinema acessível e que dialogue com o público e fãs do gênero", explica. A produtora executiva Luciana Druzina vê o lançamento nos cinemas como uma grande oportunidade para colocar em destaque o cinema sci-fi nacional. "Queremos sensibilizar o máximo de pessoas para divulgar e prestigiar a ficção científica feita aqui, principalmente nesta data tão especial para nós que é o Dia da Ficção Científica Brasileira", reforça Luciana.


"Contos do Amanhã" é uma realização da Bactéria Filmes, com coprodução da Druzina Content, e associação com o estúdio de pós-produção Forno FX. A distribuição é da Europa Filmes, em colaboração com Araçá Filmes e Cavideo, com financiamento do Fumproarte da Secretaria Municipal de Cultura - Prefeitura de Porto Alegre.


Sinopse: Em 2165, o sequestro de Michele Medeiros (Daiane Oliveira) coloca a cidade-estado Porto 01, o último reduto humano, em guerra. Para salvar a civilização será preciso contar com a ajuda de Jeferson (Bruno Barcelos), um adolescente que vive em 1999. Na véspera do bug do milênio, nos primórdios dos programas de compartilhamento de mp3 e com uma Internet muito lenta, Jeferson recebe áudios do futuro e precisará encontrar uma forma de salvar a humanidade.


Festivais: Adbhooture Film Festival (India): Melhor Longa Sci-fi, ARTS x SDGS Online Festival (EUA), Atlanta Sci-Fi Film Festival (EUA), Bastalavista International Genre Film Festival (Alemanha), Berlin SciFi Film Festival (Alemanha), Boston Sci-fi Film Festival (EUA), Brooklyn SciFi Film Festival (EUA): Menção Honrosa, Deep Focus Film Festival (EUA): Menção Honrosa, Fantasnoia (Brasil), Fantastic and Terror Film Festival in Tàrrega - GALACTICAT (Espanha), Festival de Cine Independiente de Salto (Uruguai), Festival Internacional de Cinema de Gramado (Brasil), Filmóptico - International Art Visual and Film Festival (Espanha), International Short & Symbolic Art Film Festival (ISAFF) (Rússia): Melhores Efeitos Visuais, Los Angeles SciFi Film Festival (EUA): Melhor Longa Sci-fi/Fantasia, Madras Independent Film Festival (India): Melhor Diretor Estreante e Fotografia, Miami International Sci-Fi Film Festival (EUA): Melhor Ator (Bruno Barcelo) e Fotografia, MLC Awards (EUA): Melhor Longa de Aventura/Fantasia/VFX e Ator (Bruno Barcelos), Other Worlds Film Festival (EUA): Melhor Direção de Arte, Phenomena Fest (Brasil), PopCon (EUA): Melhor Longa Sci-fi/Fantasia, Richmond International Film Festival (EUA), SciFi Film Festival (Austrália), Sci-Fi, Terror and Fantasy Film Festival (Colômbia): Melhor Longa Sci-fi/Fantasia, Serbest International Film Festival (SIFF) (Moldávia), The Galactic Imaginarium Film Festival (Sci-Fi & Fantasy) (Romênia) e The International Moving Film Festival (Irã): Melhores Efeitos Visuais.


Nossos canais de comunicação:

Site oficial: contosdoamanha.com.br | Instagram: @contos.do.amanha | Facebook: /contosdoamanha | E-mail: contosdoamanha@bacteriafilmes.com


Contos do Amanhã:

Em cartaz nos cinemas a partir do dia 9 de dezembro de 2021

Aventura/Ficção Científica | 85 min.

Consulte a Classificação Indicativa


Ficha técnica:

Distribuidoras: Europa Filmes, em colaboração com Araçá Filmes e Cavideo | Empresas Produtoras: Bactéria Filmes e Druzina Content | Produtora Associada: Forno FX | Produção: Daniela Israel | Produção Executiva: Daniela Israel, Pedro de Lima Marques, Davi de Oliveira Pinheiro e Luciana Druzina | Direção: Pedro de Lima Marques | Roteirista: Pedro de Lima Marques | Elenco: Bruno Barcelos (Jeferson), Duda Andreazza (Bia), Anderson Vieira (Jonathas), Fernanda Roggia (Luana), Bruno Krieger (Professor), Simone Telecchi (Mãe do Jeferson), Catharina Conte (Alice), Cláudia Barbot (Andrea), Daiane Oliveira (Michele), Douglas Carvalho (Observador), Edson Carteri (Interrogador) e Marcelo Herrera (Comentarista) | Direção de Fotografia: Pedro de Lima Marques | Direção de Arte: Cristy Figueiredo | Trilha Sonora Original: Renan Franzen | Músicos: Budapest Scoring Symphony Orchestra | Montagem: Alfredo Barros | Desenho de Som: Kiko Ferraz e Chrístian Vaisz. | Assistência de Produção Executiva: Lity Tavares, Amanda Ruano, Éder Rösner, Duda Feistauer e Gianlucca Coelho.


Sobre Pedro de Lima Marques

Formado em design, Pedro é diretor e produtor e sócio da Bactéria Filmes e Forno FX. Com mais de 15 anos de atuação na indústria audiovisual, já dirigiu e produziu inúmeros projetos para a TV como programas semanais, filmes publicitários e séries. É membro da Academia Brasileira de Cinema. Seu curta "Cubos" foi premiado no Festival do Minuto. Entre 2009 e 2011 dirigiu e produziu os 65 episódios do programa semanal "Galera de Atitude" (TVE-RS). Nos últimos anos, suas séries documentais "Vida Fluxo" e "Teatro de Rua (R)Existe" foram exibidas em diversos canais do Brasil. Em 2019, estreou como diretor de projetos de animação com o lançamento da série "Jogos de Inventar" e, em 2020, estreia na direção de longas com "Contos do Amanhã". Instagram: @pdlmarques


Sobre Daniela Israel

Mestra, pesquisadora CNPq e doutoranda em Processos e Manifestações Culturais na Universidade Feevale e graduação em Realização Audiovisual. Atua no setor audiovisual há mais de 15 anos. Sócia-fundadora da Forno FX e, desde 2012, sócia da Bactéria Filmes, assinando a produção executiva dos longas, documentários, séries e animações. Como diretora cinematográfica, trabalha no documentário "Moda Orgânica" e nos filmes de animação "O Jardim da Rua 13" e "De Volta ao Jardim da Rua 13", além de ser uma das criadoras da plataforma filantrópica Força Gurias. Recebeu o prêmio de Melhor Produção Executiva no Festival de Cinema de Gramado (2019). Foi a primeira mulher a assumir a presidência do Sindicato da Indústria Audiovisual do RS (SIAVRS). Instagram: @daniisrael


Sobre Luciana Druzina

Luciana Druzina é apaixonada por narrativas divertidas e inovadoras. É CEO e fundadora da Druzina Content, trabalha há mais de 20 anos na produção audiovisual, em dezenas de produções, desde séries (as franquias animadas "Lupita" e "Universo Z"), filmes ("Loop", de Bruno Bini), documentários ("Game Girls", de Saskia Sá) até jogos eletrônicos ("Silo"). O que move a produtora não é apenas o crescimento por ele mesmo, mas sim a paixão em levar um conteúdo de qualidade, pensado e desenvolvido desde a sua essência para um público global. Membro da International Academy of Television Arts & Sciences e da comissão julgadora do International Emmy Awards, Luciana, possui atualmente produções exibidas no mundo inteiro, atuando principalmente como produtora, produtora executiva, showrunner, designer de jogos e co-criadora. Instagram: @lusuper8


Sobre Bactéria Filmes

A Bactéria Filmes produz conteúdo original para todas as telas e todas as audiências. Criada em 2007 com a missão de gerar conteúdos fantásticos, atua qualificando talentos, buscando novas tecnologias e inovando nos processos. Programas semanais para TV, séries documentais, animações, curtas, telefilmes, longas e coproduções internacionais fazem parte do catálogo. A proposta da empresa é compartilhar histórias fantásticas para o mundo, como as obras documentais "Vida Fluxo" e "Teatro de Rua (r)Existe!?", a série animada "Jogos de Inventar" e agora, com "Contos do Amanhã", faz sua estreia no cinema. Instagram: @bacteriafilmes | YouTube: /bacteriafilmes


Sobre Druzina Content

A premiada Druzina Content possui mais de 15 anos de experiência no mercado de inovação audiovisual e produção de conteúdo. Atualmente, a produtora tem presença em mais de 50 territórios no mundo, em canais e plataformas como Prime Video, Nickelodeon, Youku, Netflix, ZooMoo, GloboPlay e Canal Brasil. A empresa atua principalmente nas áreas de cinema, TV, IP's fortes, XR e games. O longa sci-fi "Loop", de Bruno Bini, as franquias animadas "Lupita" e "Universo Z" e o game "Silo" são alguns de seus títulos. Em reconhecimento aos seus resultados no mercado internacional, a ADVB/APEX concedeu à empresa, por dois anos consecutivos (2020 e 2021), o Prêmio Exportação, uma conquista inédita para o setor da economia criativa e para a indústria audiovisual brasileira. Instagram: @druzina_content


--
Isidoro B. Guggiana
Assessoria de Imprensa
T 55 51 9 9923 4383
isidoro.guggiana@gmail.com

Comente:




Legendas

Mais