Aperte o PLAY e ouça a Rádio Antena Love

ltimo voo da histria da Alitalia tem choro e brinde na chegada


Companhia italiana enfrenta dificuldades financeiras h dcadas. Ela vai ser substituda pela Ita, estatal que nasceu das negociaes realizadas entre o governo italiano e a Unio Europeia (UE). Funcionrias da Alitalia se emocionam aps o ltimo voo da companhia nesta quinta (14) Remo Casilli/Reuters A companhia area Alitalia fez seu ltimo voo nesta quinta-feira (14), depois de 75 anos de histria. A empresa italiana ficou famosa tambm por levar os papas em viagens pelo mundo afora. O fim das atividades foi anunciado em agosto ltimo, depois de anos de tentativas frustradas de fuses e privatizao. Funcionrios se emocionaram quando o voo AZ1586, que partiu de Cagliari, chegou ao aeroporto Fiumicino, em Roma, no incio da noite. O comandante fez um brinde em homenagem companhia. Alitalia faz ltimo voo hoje colocando fim em histria de quase 75 anos A companhia vai ser substituda pela Ita, estatal que nasceu das negociaes realizadas entre o governo italiano e a Unio Europeia (UE) em julho numa tentativa de resgatar a area. A nova empresa adquiriu 52 avies da Alitalia. A tradicional companhia, que completou 75 anos em setembro, teve sua crise agravada pela pandemia de coronavrus. Em 2017 e 2019, segundo a agncia France Press, a Alitalia recebeu emprstimos estatais no valor total de 1,3 bilho de euros. Quando o acordo para a criao da Ita foi anunciado, o governo italiano informou que, dos cerca de 11.000 funcionrios da Alitalia, 2.800 podero ser contratados na nova empresa em 2021, e 5.750, em 2022. Comandante do ltimo voo da Alitalia brinda na chegada do ltimo voo da companhia, em Roma Remo Casilli/Reuters Cliente mostra comprovante de passagem para ltimo voo da Alitalia Remo Casilli/Reuters

Leia Mais

EUA vo suspender restries na fronteira terrestre com Canad e Mxico a vacinados contra Covid


Fronteira est fechada para viagens no essenciais h 19 meses, desde o incio da pandemia. Medida passa a valer em novembro, junto com o fim de outras restries a estrangeiros. Imagem da fronteira entre o Canad e os Estados Unidos em 13 de fevereiro de 2020 Christinne Muschi/Reuters Os Estados Unidos vo reabrir as fronteiras terrestres com o Canad e o Mxico a partir de novembro, aps 19 meses, mas apenas para estrangeiros completamente imunizados contra a Covid-19. A passagem pelas fronteiras terrestres dos EUA (por trens, balsas, carros, nibus e caminhes) esto restritas a viagens essenciais desde o incio da pandemia, em maro de 2020. As novas regras permitiro viagens no essenciais, independentemente do motivo, e entraro em vigor na mesma data em que os EUA vo suspender tambm as restries entrada de estrangeiros vacinados em viagens internacionais (veja no vdeo abaixo). A medida vale para 33 pases, incluindo China, ndia, Brasil e a maior parte da Europa. EUA anunciam suspenso de restries de entrada no pas a partir de novembro Mxico e Canad pressionavam h meses os EUA para aliviar as restries s viagens no essenciais, que impediam as viagens de lazer e separaram famlias que moram prximas fronteira, mas em pases diferentes. Vacinas aprovadas O governo americano afirmou na sexta-feira (8) que vai aceitar a entrada de visitantes internacionais que tenham tomado vacinas contra a Covid-19 aprovadas pela OMS (Organizao Mundial da Sade) ou pela FDA (autoridade americana equivalente Anvisa). Isso incluiria a CoronaVac, imunizante da farmacutica chinesa Sinovac produzido no Brasil em parceria com o Instituto Butantan. Os EUA no usam a vacina, mas ela teve seu uso emergencial autorizado pela OMS em junho. Os EUA usam apenas os imunizantes da Pfizer/BioNTech, da Janssen e da Moderna (esta ltima no utilizada no Brasil). As vacinas autorizadas pela OMS at o momento so: Pfizer/BioNTech Moderna Oxford/AstraZeneca produzida no Brasil pela Fiocruz Janssen (da Johnson amp; Johnson) SinoPharm CoronaVac produzida no Brasil pelo Instituto Butantan VEJA TAMBM: EUA vo aceitar viajantes internacionais com vacinas aprovadas pela OMS Biden pede a empresas americanas que obriguem vacinao contra Covid de funcionrios Perdi meu emprego de professor por recusar vacina: os americanos que no aceitam se imunizar VDEOS: as ltimas notcias internacionais

Leia Mais

EUA vo reabrir fronteira com Canad e Mxico aps 19 meses


Medida vale a partir de novembro para viagens no essenciais pelas fronteiras terrestres e apenas para estrangeiros totalmente vacinados contra a Covid-19. Imagem da fronteira entre o Canad e os Estados Unidos em 13 de fevereiro de 2020 Christinne Muschi/Reuters Os Estados Unidos vo reabrir as fronteiras terrestres com o Canad e o Mxico a partir de novembro, aps 19 meses, mas apenas para estrangeiros completamente imunizados contra a Covid-19. As novas regras permitiro viagens no essenciais, independentemente do motivo, e entraro em vigor na mesma data em que os EUA vo suspender tambm as restries entrada de estrangeiros vacinados em viagens internacionais (veja no vdeo abaixo). EUA anunciam suspenso de restries de entrada no pas a partir de novembro Desde o incio da pandemia, as viagens entre EUA e Canad e Mxico pela via terrestre (por trens, balsas, carros, nibus e caminhes) esto restritas a viagens essenciais. Tanto o Mxico quanto o Canad pressionaram os EUA durante meses para aliviar as restries s viagens no essenciais, que impediam as viagens de lazer e separaram famlias que moram prximas fronteira, mas em pases diferentes. Vacinas aprovadas O governo americano afirmou na sexta-feira (8) que vai aceitar a entrada de visitantes internacionais que tenham tomado vacinas contra a Covid-19 aprovadas pela OMS (Organizao Mundial da Sade) ou pela FDA (autoridade americana equivalente Anvisa). Isso incluiria a CoronaVac, imunizante da farmacutica chinesa Sinovac produzido no Brasil em parceria com o Instituto Butantan. Os EUA no usam a vacina, mas ela teve seu uso emergencial autorizado pela OMS em junho. Os EUA usam os imunizantes da Pfizer/BioNTech, da Janssen e da Moderna (esta ltima no utilizada no Brasil). As vacinas autorizadas pela OMS at o momento so as seguintes: Pfizer/BioNTech Moderna Oxford/AstraZeneca produzida no Brasil pela Fiocruz Janssen (Johnson amp; Johnson) SinoPharm CoronaVac produzida no Brasil pelo Instituto Butantan VEJA TAMBM: EUA vo aceitar viajantes internacionais com vacinas aprovadas pela OMS Perdi meu emprego de professor por recusar vacina: os americanos que no aceitam se imunizar VDEOS: as ltimas notcias internacionais

Leia Mais

So Paulo eleita melhor cidade do mundo para paquera, segundo revista britnica


Pesquisa da revista Time Out entrevistou 27 mil pessoas em vrias cidades do mundo. Casal se abraa em gramado do Parque Ibirapuera, na Zona Sul de So Paulo. FELIPE RAU/ESTADO CONTEDO So Paulo foi eleita pela revista britnica Time Out como melhor cidade do mundo para conexes entre pessoas, ou seja, para a paquera e para o match nos aplicativos de relacionamento. A publicao se baseou em uma pesquisa realizada com 27 mil pessoas que so moradoras de diferentes cidades do mundo. Compartilhe essa notcia por WhatsApp Compartilhe essa notcia por Telegram Revista britnica elege So Paulo como a melhor cidade do mundo para paqueras De acordo com o levantamento, que realizado anualmente, 55% dos entrevistados responderam que So Paulo uma boa cidade para paquerar. Na sequncia aparecem Xangai (China), com 49%; e Istambul (Turquia), com 46%. Quer melhorar suas chances? Ignore o lado financeiro da cidade e foque na diverso: coma em uma das centenas de pizzarias, ou marque um encontro na Praa Rossevelt para um coquetel, aconselha a revista. LEIA TAMBM: Pandemia fez noiva de BH se casar com o sogro Divrcios crescem 32% no 1 semestre de 2021 em SP Solteiros na quarentena: o novo manual de seduo Assista ao canal do g1 no Youtube: VDEOS: Veja mais sobre SP e Regio Metropolitana

Leia Mais

Ibiza e Barcelona reabrem baladas para visitantes vacinados contra a Covid-19 e mscaras seguem obrigatrias


Duas das regies mais tursticas da Espanha vo reabrir as suas portas a partir desta sexta-feira (8) para quem apresentar o passe de sade, atestando a vacinao. O uso de mscaras seguir obrigatrio. Danarinos se apresentam para uma multido durante festa em Ibiza, foto de 2012 Enrique Calvo/Reuters/Arquivo A tradicional vida noturna de Barcelona e Ibiza, na Espanha, volta lentamente normalidade com a reabertura de baladas para visitantes completamente vacinados contra a Covid-19, informaram nesta quinta-feira (7) as autoridades regionais. Os estabelecimentos da Catalunha (cuja capital Barcelona) e das Ilhas Baleares (onde fica Ibiza), duas das regies mais tursticas do pas, vo reabrir as suas portas a partir desta sexta-feira (8) para quem apresentar o passe de sade (leia mais sobre o documento adiante). A reabertura, no entanto, est vinculada a algumas normas: capacidade mxima de 75% (nas Baleares) e 70% (na Catalunha) uso obrigatrio de mscara, exceto para comer e beber apresentao do passe sanitrio bebida no ser permitida na pista de dana Club Hi Ibiza Divulgao/Hi Ibiza Passe sanitrio Na Espanha, cada regio autnoma parecida com um estado no Brasil tem leis especficas para o controle e combate pandemia, e pode decidir por emitir ou no passes sanitrios. Tanto na Catalunha como nas Baleares, o governo regional emite o documento para pessoas que j tomaram duas doses da vacina ou para pessoas que apresentarem teste negativo para a doena. O passe sanitrio deve ser apresentado na entrada da balada e exigido para bares e karaoks, por exemplo e pode ser usada tanto sua verso impressa, como digital. Vacinao na Espanha A Espanha tem despontado como um dos pases mais avanados em sua campanha de vacinao, com 87,4% de sua populao maior de 12 anos com o esquema completo. Em comparao com a populao total do pas, com cerca de 47 milhes de habitantes, cerca de 79,6% pessoas receberam ao menos uma dose e 77,6% as duas ou dose nica. O pas europeu chegou a ser considerado o epicentro da doena durante a primeira onda da pandemia, em maro e abril de 2020, registrando quase mil mortes dirias por semanas. VDEOS mais vistos do G1

Leia Mais

Inglaterra retira Brasil da lista vermelha e viajantes vacinados no precisaro cumprir quarentena


Quem tiver duas doses de uma vacina contra a Covid-19 precisar apenas apresentar teste negativo para a doena, alm do comprovante de vacinao. Quem no estiver completamente vacinado dever cumprir com isolamento de dez dias, mas no ser mais obrigado a ficar em um hotel do governo. Passageiros no aeroporto de Heathrow, em Londres. REUTERS/Toby Melville A Inglaterra anunciou nesta quinta-feira (7) a retirada do Brasil da lista vermelha para a Covid-19 e viajantes vacinados oriundos do pas no precisaro cumprir com a quarentena obrigatria em hotis em territrio ingls a partir de segunda-feira (11). Segundo comunicado do governo ingls, viajantes oriundos do Brasil e de mais 46 pases que estiverem completamente vacinados precisaro apenas apresentar um teste negativo para a doena, alm do comprovante de vacinao. A deciso, no entanto, diz que viajantes que no estiverem completamente vacinados ainda devero cumprir com um isolamento de dez dias, mas no sero mais obrigados a cumprir esta quarentena em um dos hotis vinculados ao governo. O informe do governo disse tambm que os vacinados no Brasil sero reconhecidos como qualquer indivduo britnico vacinado dentro do reino, contanto que tenham sido vacinados h pelo menos duas semanas com os imunizantes abaixo: Oxford/AstraZeneca Pfizer/BioNTech Moderna Janssen A lista de vacinas aprovadas pelo governo britnico para viajantes internacionais no cita a da Sinovac (conhecida no Brasil como Coronavac). Apesar de no especificar a Coronavac, o governo ingls refora que todos os viajantes com vacinas que no constam na lista de vacinas aprovadas vo precisar completar 10 dias de autoisolamento, alm de fazerem os testes. O g1 entrou em contato com a embaixada do Reino Unido no Brasil e perguntou se o imunizante ser considerado vlido para viagens, mas at a ltima atualizao desta reportagem no obteve resposta. Brasil sai da lista vermelha da Inglaterra, que proibia turismo para brasileiros no pas O que muda? Com a sada do Brasil da lista vermelha, a Inglaterra reabre o seu territrio para viajantes comuns. Antes, apenas cidados britnicos, ou estrangeiros residentes, podiam passar com restries. Todo os viajantes maiores de 11 anos ainda so obrigados a fazer um teste de Covid-19 nas 72 horas anteriores ao embarque. No mais obrigatrio reservar um dos hotis autorizados pelo governo britnico para ficar dez dias em quarentena. No entanto, ainda ser necessrio preencher o formulrio Passenger Locator, para acompanhamento do viajante em caso de infeco. A deciso, no entanto, vale apenas para a Inglaterra. Outros pases que integram o Reino Unido tm autonomia para decidir sobre seus visitantes. A Esccia, Pas de Gales e a Irlanda do Norte mantm o Brasil em sua lista vermelha. Centro de testes para o diagnstico do coronavrus em Southampton, na Inglaterra Andrew Matthews/AP Como comprovar a vacinao? Quem se vacinou no Brasil poder comprovar a vacinao com o certificado nacional emitido pelo Ministrio da Sade em ingls como em espanhol. preciso que apaream as seguintes informaes de maneira clara: nome e sobrenome do viajante data de nascimento marca e fabricante da vacina data de vacinao de cada uma das doses pas ou territrio em que a vacina foi aplicada LEIA TAMBM: Passaporte da vacinao: como obter certificado que comprova imunizao contra Covid Alm disso, tambm necessrio: fazer teste para Covid no 2 dia aps a chegada preencher o formulrio Passenger Locator E se no estiver 100% vacinado? Viajantes que receberam apenas uma dose de vacina ou duas doses de vacinas que no aparecem na lista no so considerados totalmente vacinados pelo governo ingls e devem seguir regras diferentes: apresentar teste de Covid feito 72h antes fazer dois testes (a 2 e 8 dias) aps a chegada preencher o formulrio Passenger Locator autoisolamento em casa ou outro lugar por 10 dias 00:00 / 25:03

Leia Mais

Voo de balo a 30 mil metros: conhea projeto que quer levar turistas estratosfera


Empresa World View pretende entrar na briga das viagens tursticas nas alturas, mas no chegar ao espao. Cheio de hlio, balo do tamanho de um campo de futebol e se move a 20 km/h. Como ser o voo do balo da World View at a estratosfera Depois dos voos de Elon Musk, Jeff Bezos e Richard Branson, uma nova empresa aposta em levar turistas s alturas. Com um balo do tamanho de um campo de futebol, os tripulantes da World View podero ver a curvatura do planeta e apreciar grandes maravilhas da Terra l do alto. A proposta levar os passageiros a 30 mil metros de altitude um balo comum vai a cerca de 40 metros. Isso suficiente para alcanar a camada da estratosfera, mas no atingir o espao. Compartilhe esta notcia no WhatsApp Compartilhe esta notcia no Telegram Empresa quer levar balo com turistas a 30 mil metros de altitude World View SAIBA MAIS SpaceX: voo durou 3 duas e foi marco do turismo espacial Blue Origin: Bezos disse que clientes da Amazon pagaram viagem Virgin: Branson se tornou o primeiro empresrio a fazer viagem espacial O voo da Blue Origin, de Bezos, foi at 100 quilmetros (100 mil metros), enquanto da SpaceX entrou at em rbita, a 575 quilmetros (575 mil metros) de distncia da Terra. Para participar da primeira viagem da World View, prevista para 2024, preciso desembolsar US$ 50.000 valor equivalente a quase R$ 275.000 (cotao de 8 de outubro de 2021). As outras empresas na corrida pelo turismo espacial no oferecem pacotes por menos de US$ 200.000 (R$ 1,1 milho, em converso direta). Passageiros vo em cpsula acoplada ao balo World View Devagar, sem gravidade zero Como no h uma grande acelerao como a dos foguetes, os passageiros da World View no tero aquela sensao de gravidade zero, de flutuao. Sua velocidade mdia de 20 km/h, e as viagens devem durar entre 6 e 12 horas. Ryan Hartman, o presidente da World View, diz que o voo muito seguro. Isso significa que a presso interna idntica presso externa e sendo esse o caso, se voc tem um buraco no balo, no como se fosse estourar nem nada. No vai ter nenhum tipo de impacto enorme. Na verdade, um buraco no balo no vai afetar o desempenho do voo por horas, seno dias, afirma. Afinal, quando poderemos ir ao espao? Bilionrio foi arremessado ao espao como bola de basquete; entenda Balo usa gs hlio para subir World View Ao contrrio dos bales convencionais, que sobem usando ar quente, o modelo espacial preenchido com gs hlio, que expande o balo conforme fica mais alto. Isso d aos passageiros uma elevao mais suave. Na descida, a cpsula com os tripulantes se desprende do balo, que pode ser reutilizado, e pousa com auxlio de paraquedas. Pouso da cpsula feito com o auxlio de paraquedas World View Hartman diz que este tipo de viagem mais ecologicamente correto por no gastar uma quantidade enorme de combustvel. Vista do cu L de cima, os passageiros podero ver a curvatura da terra e olhar para o espao. Tambm avistaro maravilhas como a Grande Barreira de Corais, o Grand Canyon, a Muralha da China, o Serengeti, a Amaznia, a Aurora Boreal e as pirmides de Giz. Painel de controle do balo da World View World View Viagem da World View est prevista para 2024 World View Relembre as viagens ao espao dos bilionrios: Blue Origin, de Bezos Jeff Bezos no espao: Veja os melhores momentos do voo e entenda o caso Virgin Galactic, de Branson VDEO: Veja os melhores momentos do voo de Richard Branson ao espao Empresa de Musk foi a nica a entrar em rbita SpaceX: 6 fatos sobre a misso que levou quatro civis para o espao

Leia Mais

Passaportes do Japo e de Singapura so os mais poderosos do mundo; brasileiro cai para 20


Ranking leva em considerao o nmero de destinos que donos de passaportes de determinados pases podem acessar sem um visto prvio. Ranking considera quais passaportes permitem a entrada em mais pases sem visto prvio Divulgao Os passaportes do Japo e de Singapura so os mais poderosos do mundo em 2021, segundo a consultoria Henley amp; Partners, que faz o levantamento anualmente. No ranking, levado em considerao o nmero de destinos que donos de passaportes de determinados pases podem acessar sem um visto prvio. O documento japons ocupa o topo do ranking global desde 2019. J o de Singapura tinha cado para a segunda colocao em 2020. Agora, ambos possibilitam visitar 192 pases sem visto prvio. O passaporte brasileiro, que permite a entrada em 170 pases sem visto prvio, caiu para a 20 colocao - em 2020, ocupava a 18. No histrico da consultoria, que comea em 2006, a melhor posio foi a 16, em 2016. Empatado com o Brasil est o passaporte argentino. J o menos aceito o passaporte do Afeganisto. Os passaportes mais poderosos de 2021: 1. Japo, Singapura (aceito em 192 destinos sem visto prvio) 2. Alemanha, Coreia do Sul (190) 3. Finlndia, Itlia, Luxemburgo e Espanha (189) 4. ustria, Dinamarca (188) 5. Frana, Irlanda, Holanda, Portugal, Sua (187) 6. Blgica, Nova Zelndia, Sua (186) 7. Repblica Tcheca, Grcia, Malta, Noruega, Reino Unido, Estados Unidos (185) 8. Austrlia, Canad (184) 9. Hungria (183) 10. Litunia, Polnia, Eslovquia (182) Os passaportes menos aceitos em 2021: 109. Coreia do Norte (39 destinos) 110. Nepal e Palestina (37) 111. Somlia (34) 112. Imen (33) 113. Paquisto (31) 114. Sria (29) 115. Iraque (28) 116. Afeganisto (26)

Leia Mais

Risco de desaparecimento e pedidos por vacinas: como pequenos pases em ilhas assumiram protagonismo na ONU


Representantes de naes insulares como Maldivas, Comores e Ilhas Marshall tomam a dianteira nos debates sobre o aquecimento global, que pode fazer ilhas inteiras submergirem num futuro prximo. Dependentes do turismo, governos tambm cobram distribuio igualitria de vacinas para retomada segura. Foto de praia em Seychelles, pas no Oceano ndico que pode sofrer com as mudanas climticas Ahmed Jadallah/Arquivo/Reuters Pases em pequenos arquiplagos espalhados pelos oceanos do mundo enfrentam um problema duplo: o risco de desaparecimento com o aumento no nvel do mar e a queda no turismo um motor na economia devido pandemia de Covid-19. A dupla preocupao foi externada no discurso de autoridades de pases insulares na Assembleia Geral das Naes Unidas, encerrada nesta semana. Os governos pediram comprometimento dos mais ricos com as metas de diminuir a emisso de carbono e com a distribuio igualitria de vacinas contra o coronavrus. Leia tambm: Mudanas climticas: as previses do IPCC pra a Amrica do Sul E se a Amaznia virar savana e o planeta aquecer demais? Fiocruz emite alerta Esse pedido de ateno, inclusive, se traduziu na escolha de Abdulla Shahid para presidir a Assembleia da ONU. Ele Ministro das Relaes Exteriores de Maldivas, pas no Oceano ndico que corre risco de sumir com o aumento do nvel do mar e que tem no turismo uma de suas principais atividades econmicas. Abdulla Shahid, presidente da Assembleia Geral da ONU de 2021, durante discurso em 22 de setembro. Ele de Maldivas, um dos pases em risco de desaparecimento caso se confirme o aumento no nvel do mar com o aquecimento global Justin Lane/Pool via Reuters Nesta reportagem voc vai ler que: Especialista da ONU em meio ambiente admite que inundaes nesses pases so cada vez mais provveis. Possvel desaparecimento abriria um limbo jurdico: o que fazer com o reconhecimento dos estados cujos territrios ficaro submersos? E como lidar com as populaes deslocadas desses pases? O Brasil tem papel importante na luta contra o desaparecimento dessas ilhas; queimadas e desmatamento so desafios. Dependentes em parte do turismo, pases insulares entram na geopoltica da vacina, com pedido por distribuio igualitria Aumento do nvel do mar Praia que compe as Ilhas Marshall, pas localizado no Oceano Pacfico que corre risco de desaparecimento caso nvel do mar aumente Reproduo O risco para populaes litorneas conhecido h dcadas: com a maior temperatura mdia do planeta, o derretimento do gelo polar e do permafrost ou seja, o solo permanentemente congelado nas regies frias do globo levaria ao aumento do nvel do mar. Assim, cidades inteiras poderiam ser engolidas mesmo que os oceanos subissem poucos metros. No caso do permafrost, a situao ainda mais grave porque, ao todo, essa camada de solo contm quase 1,7 trilho de toneladas de carbono quase o dobro do dixido de carbono presente na atmosfera. Ou seja, um ciclo vicioso de derretimento do gelo e de aumento na temperatura da Terra com a emisso de gases estufa. Por isso, em entrevista na quinta-feira (30), o coordenador snior do Programa de Meio Ambiente da ONU (UNEP), Niklas Hagelberg, reconheceu que os riscos para as populaes nos pequenos arquiplagos esto aumentando. J estamos olhando para algum aumento no nvel do mar, com o derretimento do gelo polar e do permafrost mesmo se pararmos todas as emisses. Ento, um cenrio de inundaes algo cada vez mais provvel, alertou. Isso afetaria, segundo ele, no s pases como Tuvalu, Ilhas Marshall, Maldivas ou Kiribati, mas populaes inteiras de reas continentais baixas como as margens dos rios em Bangladesh, no sul da sia. A diferena que existe uma preocupao com as naes insulares porque, caso o nvel do mar aumente, todo o territrio de pases inteiros ficaria submerso. Ou seja, a populao de um pas inteiro ainda que pequena teria que ser deslocada a outras naes, causando uma questo migratria. Em consequncia disso, haveria uma questo indita: ainda no h uma resposta definida sobre como lidar juridicamente com cidados de um pas que deixou de existir em decorrncia de uma catstrofe natural, e no de uma guerra. Assim, a ONU abriga desde a conferncia de meio ambiente no Rio de Janeiro em 1992 o grupo de Pequenos Estados Insulares em Desenvolvimento (SIDS, na sigla em ingls), com 38 pases integrantes e outros 20 associados. Cerca de 65 milhes de habitantes quase 1% da populao mundial vivem nessas ilhas e, portanto, podem ser gravemente afetadas com o aumento no nvel do mar. Os integrantes do SIDS, ento, debatem com frequncia formas de pressionar pases mais ricos e desenvolvidos para que cumpram com as metas climticas, alm de discutir solues conjuntas para o problema do aumento do nvel do mar e outras catstrofes associadas ao clima. Vacinas e turismo Pequenas ilhas como as Maldivas so extremamente dependentes do turismo e sofrem com o impacto das emisses de carbono Bodensee/Schweiz/Pixabay Os pequenos pases insulares tm na maioria das vezes o turismo como principal fonte de renda. Pacotes de viagens para parasos tropicais como as Maldivas so bastante procurados, por exemplo, para visitas que vo de luas de mel a eventos de negcios. Com a pandemia da Covid-19, o setor parou e, ao voltar, a retomada tem sido lenta, com idas e vindas, exigncias de testes e outros protocolos. por isso que, alm de pedirem comprometimento com a meta de limitar as emisses de carbono para que o aumento na temperatura global no ultrapasse 1,5C, os lderes desses pases pediram na assembleia uma distribuio igualitria de vacinas. As Maldivas, por exemplo, conseguiram avanar bem na vacinao, com mais de 60% das pessoas j completamente imunizadas segundo o levantamento do Our World In Data, que compila dados do mundo inteiro com a Universidade de Oxford. Doses da vacina Pfizer/BioNTech Divulgao Essa no , porm, a realidade em todos os pequenos pases insulares: em Comores, por exemplo, a taxa de pessoas vacinadas contra a Covid com a primeira dose mal alcanou 20% o presidente desse pas disse esperar que s no fim de 2022 chegar a 80% da populao vacinvel imunizada. A Covid-19 vai continuar enquanto no for derrotada no mundo inteiro. A chave est nas vacinas, e vacinar o mundo o mais rpido possvel o jeito de superarmos a pandemia. Assim, a igualdade na distribuio das vacinas de uma importncia primordial, disse Ibrahim Mohamed Solih, presidente das Maldivas, em discurso em 21 de setembro. O papel do Brasil Foto mostra incndio no Cerrado em Braslia no dia 21 de setembro. Eraldo Peres/AP As atenes se voltam ao Brasil quando as mudanas climticas entram em pauta, sobretudo em um contexto de forte presso para reduzir o desmatamento na Amaznia que ainda est em nveis preocupantes e com as recentes queimadas no Cerrado e no Pantanal. Afinal, a enorme cobertura vegetal brasileira ajuda a equilibrar a quantidade de CO2 na atmosfera, e o Brasil vem recebendo presso internacional para se comprometer com as metas de preservao e reduo dos gases estufa previstas no Acordo de Paris o que, entre outras coisas, impacta na segurana dos pequenos pases insulares. A prxima rodada de conversas sobre o clima est marcada para novembro, em Glasgow, na Esccia, na reunio da COP 26. Os pases discutiro formas de frear o aumento da temperatura global para patamares inferiores a 2C, o que ainda assim pouco para evitar o aumento do nvel do mar. Em entrevista rdio pblica francesa RFI, a secretria de Amaznia do Ministrio do Meio Ambiente, Marta Giannichi, adiantou que o Brasil no vai evitar conversas sobre o desmatamento e que pretende sair da reunio em Glasgow com algo concreto em relao s metas brasileiras. Representantes da ONU, entretanto, reconhecem a dificuldade em traar metas: cada pas tem interesses e realidades muito singulares, que dificultam um entendimento e um consenso em relao ao que pode ou no ser feito para reduzir o impacto das mudanas climticas. O Brasil tem suas prprias vises e circunstncias, e eu no tenho como dizer qual o problema de cada pas: todos tm questes singulares e vises especiais nas mesas de negociao, ponderou Niklas Hagelberg, do UNEP. Vacinas da Fiocruz contra a Covid Bernardo Portella/Fiocruz Em relao distribuio de vacinas contra a Covid, o Brasil ainda pode adotar um papel central porque o pas avanou no ritmo de imunizao dos brasileiros e deve se aproximar da cobertura vacinal completa at o fim do ano. Assim, considerando a autonomia do Instituto Butantan e da Fiocruz na produo dos imunizantes da Coronavac e Oxford/AstraZeneca, alm da recente parceria da Pfizer/BioNTech com a farmacutica Eurofarma, o Brasil dever aumentar sua parcela na produo de vacinas para outros pases diminuindo o gargalo da distribuio de doses nos pases mais pobres. O desafio, sinalizado inclusive dentro da ONU, ser conciliar a demanda por doses de reforo em algumas populaes como os mais idosos e imunossuprimidos com a necessidade de ampliar a vacinao pelo mundo antes que aparea uma nova variante que escape ainda mais das vacinas.

Leia Mais

Disney World celebra 50 anos com novas atraes


Parque abriu as portas aos visitantes em 1 de outubro de 1971. 1 de outubro aniversrio dos parques temticos Disney World na Flrida, nos EUA O Walt Disney World completa 50 anos nesta sexta-feira (1). O Magic Kingdom foi aberto aos visitantes pela primeira vez neste dia, em 1971 (veja imagens histricas no vdeo acima). O complexo de parques na Flrida (Estados Unidos) vai festejar este marco com um evento chamado A Celebrao Mais Mgica do Mundo que vai durar 1 ano e meio e inclui novas atraes. Uma delas a Remys Ratatouille Adventure, inspirada no filme do ratinho cozinheiro, que ser inaugurada nesta sexta, na expanso do Pavilho da Frana no Epcot. Nesta atrao familiar, os visitantes se sentem como se encolhessem para o tamanho do Chef Remy e correm pelo famoso restaurante Gusteaus, descreve a Disney. Remys Ratatouille Adventure, nova atrao do Epcot Divulgao Outra novidade o espetculo noturno Harmonious, tambm no Epcot. O show conta com novas interpretaes de canes clssicas Disney em mais de uma dzia de idiomas, performadas por um grupo diverso de 240 artistas de todo o mundo, incluindo Luis Fonsi, do hit Despacito. A Disney promete uma nova magia tcnica que incorpora pirotecnia, fontes em movimento coreografadas, iluminao, painis de LED gigantes e multimdia de novas maneiras. Espetculo Harmonious vai estrear no Epcot Divulgao O Magic Kingdom tambm ter um novo espetculo noturno chamado Disney Enchantment. A trilha sonora do show ancorada pela cano You Are the Magic, escrita e interpretada pelo vencedor do Grammy Philip Lawrence, que comeou a carreira como um funcionrio do Walt Disney World. Disney Enchantment o novo show do Magic Kingdom Divulgao O Animal Kingdom ganhar o Disney KiteTails, no Discovery River Theatre. Nele, artistas empinam pipas de todas as formas e tamanhos enquanto, na gua, aparecem pipas tridimensionais algumas com at 9 metros de comprimento representando os amigos animais da Disney, como Simba, Zazu, Baloo e King Louie. Em 2014, G1 visitou o Magic Kingdom aps a maior ampliao de sua histria; veja vdeos Os parques tambm tero decorao especial pelos 50 anos, com novas esculturas douradas da coleo de personagens Disney Fab 50. Mickey, Minnie, Pato Donald, Margarida, Pateta, Pluto e Tico e Teco estaro vestidos com novos trajes brilhantes, feitos para a ocasio. Parques na pandemia Na pandemia, os parques da Disney esto abertos e os visitantes so obrigados a usar mscaras nos ambientes fechados. Atualmente, h restries para entrada de brasileiros nos Estados Unidos, como a imposio de quarentenas obrigatrias. A partir de novembro, sero suspensas todas as restries de viagens internacionais para adultos estrangeiros que estiverem totalmente vacinados contra a Covid-19. A medida vale para todos os pases, inclusive o Brasil. O Magic Kingdom fica em Orlando, nos EUA, e o parque mais visitado do mundo Flvia Mantovani/G1 Castelo da Fera do Magic Kingdom Divulgao/Disney Vista rea do Magic Kingdom em 2020 Gregg Newton/Reuters

Leia Mais