Aperte o PLAY e ouça a Rádio Antena Love

Profissionais da sade comeam a receber terceira dose em Marlia


Ao comea nesta quinta-feira e prefeitura pretende aplicar a dose de reforo nos mais de 9 mil profissionais da sade de Marlia (SP); Cidade prepara novas aes para os prximos dias. Profissionais da sade de Marlia j podem receber 3 dose da vacina contra Covid Prefeitura de Marlia/Divulgao Profissionais da sade comeam a receber a dose de reforo a partir desta quinta-feira (14) nas Unidades Bsicas de Sade, em Marlia (SP). Para a imunizao com a terceira dose da vacina contra a Covid-19, o profissional deve levar a carteira de vacinao, constando as datas e o imunizante usado nas duas primeiras doses. Alm disso, a dose de reforo s ser aplicada em pessoas que tomaram a ltima dose h mais de seis meses. Dentre os profissionais, podem procurar os postos de sade aqueles que trabalham em clnicas particulares e farmcias, mdicos, veterinrios, profissionais de educao fsica e cuidadores de idosos. necessrio ainda um comprovante do vnculo empregatcio. No preciso fazer o agendamento. Profissionais da sade recebem terceira dose em Marlia nesta quinta-feira A estimativa da prefeitura de vacinar os 9 mil profissionais da rea que atuam no municpio A ao seguir pelos prximos dias e ser sempre das 8h s 16h nas Unidades de Sade. Os atrasados e faltosos com a segunda dose da vacina tambm podem procurar uma Unidade de Sade a partir desta quinta-feira (14), das 8h s 16h. Outras aes Uma nova ao de vacinao contra a covid-19 tambm acontece no prximo sbado (16), em Marlia. A ao ser de segunda dose e exclusiva para pessoas de 25 anos ou mais, que receberam a primeira dose da Astrazeneca/Fiocruz no dia 24 de julho. Ela vai ocorrer na faculdade FAIP, das 8h s 13h. Neste caso, preciso fazer agendamento, que estar disponvel na sexta-feira (15), s 14h. Ser obrigatria a apresentao de um documento com foto e o comprovante de agendamento de horrio (impresso ou pelo celular), alm da carteirinha comprovando o recebimento da primeira dose da Astrazeneca no dia 24 de julho. VDEOS: assista s reportagens da regio Veja mais notcias da regio no G1 Bauru e Marlia.

Leia Mais

Polcia Federal apreende quase 4 toneladas de maconha e dois fuzis em rodovia de Lins


Droga estava escondida em meio a uma carga de mandioca. Os dois suspeitos foram abordados na Rodovia Marechal Rondon, em Lins Polcia Federal /Divulgao Dois homens foram presos na manh de quarta-feira (13) ao serem flagrados pela Polcia Federal, em conjunto com a Polcia Rodoviria Estadual, transportando quase 4 toneladas de maconha, alm de dois fuzis e munies. A apreenso foi na Rodovia Marechal Rondon (SP-300), em Lins (SP). A abordagem foi feita em frente base da Polcia Rodoviria. De acordo com a Polcia Federal, a droga estava escondida no meio da carga de mandioca de uma carreta. Alm da maconha, os criminosos tambm foram apreendidos com dois fuzis de calibre 762 e 258 munies. A dupla foi presa em flagrante e a ocorrncia foi apresentada na delegacia de Polcia Federal em Bauru (SP). Os suspeitos iro responder por trfico de entorpecentes e porte de armas de fogo e munies de uso restrito. VDEOS: assista s reportagens da regio A Veja mais notcias da regio no G1 Bauru e Marlia.

Leia Mais

Loja retira de vitrine tacos de beisebol com inscrio direitos humanos aps ser notificada por shopping no interior de SP


Aps repercusso negativa em redes sociais, complexo de compras em Bauru (SP) alegou ao comerciante que repudia qualquer ato que incite a violncia. OAB no v ilegalidade na venda, mas destaca deboche aos direitos humanos. Loja retira de vitrine tacos de beisebol com inscrio direitos humanos aps ser notificada por shopping em Bauru Srgio Pais/G1 Uma loja instalada em um shopping na regio central de Bauru (SP) foi notificada pela direo do centro de compras a retirar de sua vitrine uma prateleira com vrios tacos de beisebol contendo inscries como direitos humanos, dilogo, freio de mano e punisher [justiceiro, em ingls], consideradas como de incitao violncia. O g1 esteve no estabelecimento na ltima segunda-feira (11) e encontrou os tacos, alguns deles decorados com arame farpado enrolado em sua ponta, sendo vendidos ao valor de R$ 200 a R$ 210. Alm dos tacos, a loja comercializa artigos esportivos e equipamentos tticos, armas de presso para atividades de tiro esportivo, cutelaria (canivetes faca e faces) e ainda abriga um estande de tiro de airsoft. A reportagem tentou questionar funcionrios da loja sobre as frases nos tacos, mas foi informada que ningum se manifestaria sobre o tema. Segundo a assessoria de imprensa do shopping, assim que foi notificada a loja retirou na quarta-feira (13) a exposio dos tacos de sua vitrine. Em nota, a centro de compras justificou sua deciso: O Boulevard Shopping Bauru repudia todo e qualquer ato que incite a violncia. O lojista em questo foi notificado e j retirou os objetos da vitrine. Tacos de beisebol estavam expostos ao lado de um estande de tiro de airsoft, instalado na loja Srgio Pais/G1 A iniciativa da direo do shopping foi motivada especialmente pela repercusso negativa nas redes sociais de internautas que criticaram a comercializao deste tipo de material em local muito frequentado, inclusive, por jovens e crianas. Em alguns dos comentrios, internautas questionaram o Ministrio Pblico sobre o conceito de direito de expresso e lembraram que quem promove esse tipo de ao pode ter os prprios filhos como vtimas desse dio. Recebi dos meus pais essa vitrine de uma loja do Shopping Boulevard, em Bauru. Se o Ministrio Pblico acha que isso aqui direito de expresso, escreveu um internauta. A imensa maioria aprova se esquecendo que seus filhos podem ser , um dia, vtimas desse mesmo dio, postou uma mulher. O medo de ver esse tipo de liberdade de expresso me assusta demais. O ovo da serpente est entre ns. Ingnuos acharmos que vamos controlar o que sair dele. OAB v deboche aos direitos humanos A presidente da Subseo de Bauru da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Mrcia Negrisoli, destacou que a legislao no criminaliza ou impede a venda desse tipo de objeto, que pode eventualmente se transformar numa arma branca, at porque a categorizao das armas brancas muito ampla. Uma faca de cozinha pode se transformar numa arma branca, diz. Ela destaca que quem far essa categorizao o comprador do artefato, dependendo do uso que ele der ao taco de beisebol, que pode tambm se transformar uma pea de decorao. Embora seja de muito mau gosto, a venda desse tipo de material no ilegal. Fica claro que existe uma simbologia por trs desses tacos que est associada violncia, mas vender ou comprar, em si, no ato criminoso. A questo no se legal, mas se imoral, disse. Mrcia Negrisoli lembra que tem se tornado comum ver em manifestaes de rua pessoas portando tacos de beisebol como um instrumento de intimidao de pessoas que no concordam com o tema do ato. Ela destaca que o artigo 5 da Constituio assegura o direito de manifestao, mas que o inciso 16 desse mesmo artigo diz que todos podem se reunir, pacificamente, e sem armas. Para ela, levar um taco de beisebol a uma manifestao pblica pode se configurar, dependendo de seu uso, num delito. A apologia violncia crime. importante lembrar que no Brasil ocorrem cerca de 9 mil assassinatos cometidos por ano, entre eles o feminicdio, envolvendo instrumentos variados, como tacos de beisebol. Sem dvida que a venda de objetos como esse no mnimo um deboche aos direitos humanos, conquistados base de muitas lutas no pas, discursa a presidente da OAB. A dirigente lembra que, em caso de denncia de uso inadequado de um taco de beisebol como arma de agresso ou intimidao, caber Polcia Civil investigar. Loja retira de vitrine tacos de beisebol com inscrio direitos humanos aps ser notificada por shopping Srgio Pais/G1 Polmica Essa no a primeira vez que esses tacos de beisebol com inscries como direitos humanos e dilogo transformam-se em polmica e precisam ser retirados dos locais onde so expostos. Num dos casos, de abrangncia nacional, um anncio de venda desses tacos de beisebol foi tirado do ar pelo site de comrcio eletrnico Mercado Livre em janeiro de 2019. Neste caso, a fabricante WM Design Decor afirmava que os produtos tinham inspirao nos personagens Negan, da srie The Walking Dead; de Steve, de Stranger Things, e Arlequina, de Esquadro Suicida. Na ocasio, o advogado e conselheiro do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana (Condepe), Ariel de Castro Alves, afirmou que os tacos podem se transformar em armas e no apenas em objetos de decorao ou coleo. J o site Mercado Livre informou que a comercializao de objetos que incitem a violncia expressamente proibida na plataforma. Em outro episdio envolvendo os tacos com arame farpado e mensagens, uma barbearia com unidades em Cuiab e Vrzea Grande (MT) se tornou alvo de polmica nas redes sociais aps sortear entre os clientes os tacos de beisebol. No ltimo dia 13 de setembro, a barbearia postou uma mensagem no perfil dela no Instagram pedindo desculpas e dizendo que se tratava de uma brincadeira. As postagens que tinham sido feitas entre dezembro do ano passado e abril deste ano foram excludas. VDEOS: assista s reportagens da regio Veja mais notcias da regio no G1 Bauru e Marlia.

Leia Mais

Loja retira de vitrine tacos de beisebol com inscrio direitos humanos aps ser notificada por shopping no interior de SP


Aps repercusso negativa em redes sociais, complexo de compras em Bauru (SP) alegou ao comerciante que repudia qualquer ato que incite a violncia. OAB no v ilegalidade na venda, mas destaca deboche aos direitos humanos. Loja retira de vitrine tacos de beisebol com inscrio direitos humanos aps ser notificada por shopping em Bauru Srgio Pais/G1 Uma loja instalada em um shopping na regio central de Bauru (SP) foi notificada pela direo do centro de compras a retirar de sua vitrine uma prateleira com vrios tacos de beisebol contendo inscries como direitos humanos, freio de mano e punisher [justiceiro, em ingls], consideradas como de incitao violncia. O g1 esteve no estabelecimento na ltima segunda-feira (11) e encontrou os tacos, alguns deles decorados com arame farpado enrolado em sua ponta, sendo vendidos ao valor de R$ 200 a R$ 210. Alm dos tacos, a loja comercializa artigos esportivos e equipamentos tticos, armas de presso para atividades de tiro esportivo, cutelaria (canivetes faca e faces) e ainda abriga um estande de tiro de airsoft. A reportagem tentou questionar funcionrios da loja sobre as frases nos tacos, mas foi informada que ningum se manifestaria sobre o tema. Segundo a assessoria de imprensa do shopping, assim que foi notificada a loja retirou na quarta-feira (13) a exposio dos tacos de sua vitrine. Em nota, a centro de compras justificou sua deciso: O Boulevard Shopping Bauru repudia todo e qualquer ato que incite a violncia. O lojista em questo foi notificado e j retirou os objetos da vitrine. Tacos de beisebol estavam expostos ao lado de um estande de tiro de airsoft, instalado na loja Srgio Pais/G1 A iniciativa da direo do shopping foi motivada especialmente pela repercusso negativa nas redes sociais de internautas que criticaram a comercializao deste tipo de material em local muito frequentado, inclusive, por jovens e crianas. Em alguns dos comentrios, internautas questionaram o Ministrio Pblico sobre o conceito de direito de expresso e lembraram que quem promove esse tipo de ao pode ter os prprios filhos como vtimas desse dio. Recebi dos meus pais essa vitrine de uma loja do Shopping Boulevard, em Bauru. Se o Ministrio Pblico acha que isso aqui direito de expresso, escreveu um internauta. A imensa maioria aprova se esquecendo que seus filhos podem ser , um dia, vtimas desse mesmo dio, postou uma mulher. O medo de ver esse tipo de liberdade de expresso me assusta demais. O ovo da serpente est entre ns. Ingnuos acharmos que vamos controlar o que sair dele. OAB v deboche aos direitos humanos A presidente da Subseo de Bauru da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Mrcia Negrisoli, destacou que a legislao no criminaliza ou impede a venda desse tipo de objeto, que pode eventualmente se transformar numa arma branca, at porque a categorizao das armas brancas muito ampla. Uma faca de cozinha pode se transformar numa arma branca, diz. Ela destaca que quem far essa categorizao o comprador do artefato, dependendo do uso que ele der ao taco de beisebol, que pode tambm se transformar uma pea de decorao. Embora seja de muito mau gosto, a venda desse tipo de material no ilegal. Fica claro que existe uma simbologia por trs desses tacos que est associada violncia, mas vender ou comprar, em si, no ato criminoso. A questo no se legal, mas se imoral, disse. Mrcia Negrisoli lembra que tem se tornando comum ver em manifestaes de rua pessoas portando tacos de beisebol como um instrumento de intimidao de pessoas que no concordam com o tema do ato. Ela destaca que o artigo 5 da Constituio assegura o direito de manifestao, mas que o inciso 16 desse mesmo artigo diz que todos podem se reunir, pacificamente, e sem armas. Para ela, levar um taco de beisebol a uma manifestao pblica pode se configurar, dependendo de seu uso, num delito. A apologia violncia crime. importante lembrar que no Brasil ocorrem cerca de 9 mil assassinatos cometidos por ano, entre eles o feminicdio, envolvendo instrumentos variados, como tacos de beisebol. Sem dvida que a venda de objetos como esse no mnimo um deboche aos direitos humanos, conquistados base de muitas lutas no pas, discursa a presidente da OAB. A dirigente lembra que, em caso de denncia de uso inadequado de um taco de beisebol como arma de agresso ou intimidao, caber Polcia Civil investigar. Loja retira de vitrine tacos de beisebol com inscrio direitos humanos aps ser notificada por shopping Srgio Pais/G1 Polmica Essa no a primeira vez que esses tacos de beisebol com inscries como direitos humanos e dilogo transformam-se em polmica e precisam ser retirados dos locais onde so expostos. Num dos casos, de abrangncia nacional, um anncio de venda desses tacos de beisebol foi tirado do ar pelo site de comrcio eletrnico Mercado Livre em janeiro de 2019. Neste caso, a fabricante WM Design Decor afirmava que os produtos tinham inspirao nos personagens Negan, da srie The Walking Dead; de Steve, de Stranger Things, e Arlequina, de Esquadro Suicida. Na ocasio, o advogado e conselheiro do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana (Condepe), Ariel de Castro Alves, afirmou que os tacos podem se transformar em armas e no apenas em objetos de decorao ou coleo. J o site Mercado Livre informou que a comercializao de objetos que incitem a violncia expressamente proibida na plataforma. Em outro episdio envolvendo os tacos com arame farpado e mensagens, uma barbearia com unidades em Cuiab e Vrzea Grande (MT) se tornou alvo de polmica nas redes sociais aps sortear entre os clientes os tacos de beisebol. No ltimo dia 13 de setembro, a barbearia postou uma mensagem no perfil dela no Instagram pedindo desculpas e dizendo que se tratava de uma brincadeira. As postagens que tinham sido feitas entre dezembro do ano passado e abril deste ano foram excludas. VDEOS: assista s reportagens da regio Veja mais notcias da regio no G1 Bauru e Marlia.

Leia Mais

Aps Doria determinar retorno obrigatrio, secretaria diz que s 24% das escolas estaduais esto aptas a receber 100% dos alunos


Governo estipulou retorno presencial obrigatrio a partir da segunda-feira (18). Na prtica, porm, regra s dever ser cumprida em novembro, quando no ser mais exigido o distanciamento entre os estudantes. As aulas presenciais voltam a ser obrigatrias na rede pblica e privada do estado de So Paulo a partir da prxima segunda-feira (18). CESAR CONVENTI/FOTOARENA/ESTADO CONTEDO A Secretaria Estadual da Educao de So Paulo admitiu ao g1 na quarta-feira (13) que apenas 1.251 das 5.130 escolas estaduais esto atualmente aptas a receber 100% dos estudantes para aulas presenciais sem revezamento de turmas, o que representa pouco menos de um quarto (24%) do total. Na quarta, o governo de So Paulo determinou a volta obrigatria para todos dos alunos no estado a partir da prxima segunda-feira (18) na rede estadual. A exigncia tambm vale para as escolas privadas, mas elas tero prazos definidos pelo Conselho de Educao para se adaptarem. Volta s aulas presenciais obrigatria em SP: perguntas e respostas Unesco apoia volta do ensino presencial obrigatrio; especialistas pedem reforma nas escolas Na prtica, porm, a medida s poder ser cumprida nas unidades que tm estrutura fsica para manter o distanciamento de ao menos 1 metro entre os estudantes. A regra valer, de fato, a partir de novembro, quando o distanciamento entre as carteiras no ser mais exigido. A Secretaria da Educao do Estado de So Paulo (Seduc-SP) informa que 1.251 esto aptas a receber 100% dos estudantes sem revezamento. A pasta ressalta que os casos provveis de servidores, funcionrios e alunos so acompanhados por meio do SIMED (Sistema de Informao e Monitoramento da Educao para COVID-19) da Seduc-SP, que tem os dados atualizados periodicamente, disse a pasta em nota. Mais cedo durante coletiva de imprensa, o secretrio estadual da Educao, Rossieli Soares, afirmou que o distanciamento ainda deve ser mantido at 3 de novembro. Comeamos com a obrigatoriedade dos estudantes j na segunda-feira. O Conselho vai deliberar sobre o prazo para as escolas privadas. Vai ter um prazo em que a escola privada poder se adaptar regra. Para as redes municipais, dever ser observada a regra de cada conselho, disse o secretrio. De acordo com o secretrio, os estudantes s podero deixar de frequentar as escolas mediante apresentao de justificativa mdica, ou aqueles que fazem parte do grupo de excees definidos: Gestantes e purperas Comorbidades com idade a partir de 12 anos que no tenham completado ciclo vacinal contra a Covid Menores de 12 anos que pertencem a grupos de risco para a Covid e ou condio de sade de maior fragilidade Em agosto, a gesto estadual j tinha reduzido o distanciamento entre as carteiras de 1,5 metro para 1 metro. O uso de mscara por parte de estudantes e funcionrios permanece obrigatrio para todos, assim como a utilizao de lcool em gel nas escolas e equipamentos de proteo individual por parte de professores e demais funcionrios. No incio de agosto, o governo estadual liberou o retorno s aulas presenciais com 100% ocupao respeitando os protocolos sanitrios, o que em algumas unidades exigiu revezamento de grupos. Apesar da autorizao, o envio do estudante para a sala de aula era facultativo aos pais. Na ocasio, as prefeituras tambm tinham autonomia para definir as datas e regras de abertura. Quanto aos casos suspeitos, a Secretaria afirmou que as bolhas das pessoas em contato seguiro sendo suspensas das aulas presenciais. Servidores, funcionrios e alunos so acompanhados por meio do Sistema de Informao e Monitoramento da Educao para Covid-19 da Secretaria e quando h o surgimento de diagnstico provvel ou suspeito no ambiente escolar, os contactantes so identificados, a pessoa isolada e orientada a buscar atendimento na rede de sade. o mdico quem determina, conforme avaliao, o perodo de afastamento e a indicao e o tratamento que dever ser seguido. Os alunos contactantes, por sua vez, so afastados das aulas presenciais e acompanham as atividades de classe por intermdio do Centro de Mdias, sem prejuzo para o aprendizado. No caso dos servidores e funcionrios, tambm so orientados para o acompanhamento mdico, que ir determinar o afastamento e o tratamento, diz a nota. Volta s aulas presenciais em SP: perguntas e respostas Sindicato contrrio O Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de So Paulo (Apeoesp) considerou a medida desnecessria, descabida e perigosa. Na avalio da Apeopesp, as escolas no tm condies de cumprir os protocolos de segurana contra a Covid. O sindicato ainda alega que em diversas instituies no h funcionrios de limpeza para garantir a higienizao das unidades. Unesco favorvel A Organizao das Naes Unidas para a Educao, a Cincia e a Cultura (Unesco) disse que apoia a volta do ensino 100% presencial e obrigatrio nas escolas. A Unesco no tem dvidas de que este o momento de reabrir as escolas, especialmente considerando os prejuzos do ensino distncia na aprendizagem. Nada substitui o ensino presencial e sabemos que muitos alunos e famlias tiveram problemas de conectividade e nos equipamentos para o ensino hibrido. As populaes vulnerveis no tm condies de comprar pacotes de dados e o suporte no foi suficientemente bem estruturado no Brasil, apesar do esforo das secretarias de Educao. A Unesco vm alertando para a catstrofe que o ensino distncia pode causar na aprendizagem, com perdas educacionais muito expressivas, inclusive no processo cognitivo, disse Marlova Noleto, diretora e representante da Unesco no Brasil. Vacinao no estado de SP Nesta segunda-feira (11), o estado de SP atingiu mais de 80% da populao adulta com esquema vacinal completo. Segundo dados do Vacinmetro atualizados at as 18h42 desta quarta (13), foram aplicadas 67,1 milhes de doses no estado, o que representa: 99,43% da populao adulta com uma dose 80,95% da populao adulta com esquema vacinal completo 82,84% da populao total com uma dose 62,08% da populao total com esquema vacinal completo Histrico Em setembro do ano passado, o estado retomou as aulas presenciais durante a pandemia, mas manteve um percentual limitador de 35% dos alunos matriculados por dia. Durante a fase emergencial, em maro deste ano, as instituies ficaram abertas apenas para acolhimento de crianas em situao de maior vulnerabilidade e oferta de merenda. Em abril, as escolas foram liberadas para voltar a receber alunos, desde que mantendo a capacidade mxima de 35%. VOLTA S AULAS EM SP: Alunos sentam em carteiras separadas na Escola Estadual Thomaz Rodrigues Alckmin, no bairro do Itaim Paulista, na Zona Leste da cidade de So Paulo, na manh desta quarta-feira (7) Werther Santana/Estado Contedo VDEOS: Veja mais notcias de So Paulo e regio:

Leia Mais

Demolio de prdio onde muro desabou e matou vendedor em Ja pode demorar um ms


Ao de demolio teve incio na tera-feira (12), com limpeza da rua e retirada de caminho atingido por destroos. Prdio abrigava uma antiga fbrica de massas. Rua Amaral Gurgel continua interditada por tempo indeterminado. Parede com risco de cair em prdio onde muro desabou e matou vendedor comea a ser demolida em Ja Central da Notcia/Divulgao A demolio do prdio cuja parede desabou no fim de setembro e matou um vendedor que passava pela rua Amaral Gurgel teve continuidade nesta quarta-feira (13), em Ja (SP). Os trabalhos comearam nesta tera (12) e devem prosseguir durante as prximas semanas, podendo durar at um ms. Para a ao, foi preciso esperar a chegada do maquinrio vindo do Rio de Janeiro, o que atrasou o incio em duas semanas, de acordo com a prefeitura. Demolio de prdio que desabou e matou vendedor segue em Ja Na tera-feira, o trabalho inicial consistiu na retirada dos entulhos do dia da queda e do caminho atingido pelo paredo o veculo foi colocado logo frente para permitir o trnsito da mquina. No perodo da tarde, parte do paredo que tinha resistido ao desmoronamento foi derrubado. Nesta quarta, outra parte comeou a ser derrubada, inclusive as paredes mais baixas. A rua Amaral Gurgel continua interditada por tempo indeterminado, aumentando em mais de 600 metros o desvio de quem passa pela via. Desde o acidente, quatro imveis vizinhos foram desocupados, sendo dois comerciais e duas residncias. As famlias foram abrigadas em um hotel at que fosse completada a demolio do prdio, que foi solicitada pela Defesa Civil pelo risco de novos desabamentos. VDEOS: assista s reportagens da regio Veja mais notcias da regio no G1 Bauru e Marlia.

Leia Mais

Cmera de segurana mostra carro momentos antes de atropelar e matar menino de 6 anos em Bauru


Imagens mostram o veculo minutos antes do acidente da ltima segunda-feira (11) em cruzamento do Parque Bauru, onde o garoto passava de bicicleta. Motorista, que j foi identificado, fugiu com o veculo e ainda no foi localizado. Menino de 6 anos morreu em cruzamento no Parque Bauru Jarbas Soares/TV TEM Uma cmera de segurana registrou na ltima segunda-feira (11) imagens do veculo que atropelou e matou uma criana de 6 anos em Bauru (SP). O acidente aconteceu no Parque Bauru, onde o garoto passava em sua bicicleta. O motorista fugiu sem prestar socorro vtima. Nas imagens, aparece o motorista chegando de carro e estacionando na esquina. Uma mulher sai do carro e os dois ficam um tempo parado no local. Em seguida o veculo sai, vira a esquina onde aconteceu o atropelamento. (Veja abaixo) Cmera de segurana mostra carro momentos antes de atropelar e matar menino em Bauru Segundo a polcia, testemunhas afirmaram que, aps moradores tirarem o menino debaixo do carro, o motorista fugiu do local com o veculo. Rafael Pereira foi levado Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Geisel, mas no resistiu aos ferimentos. Ele foi enterrado no fim da tarde desta tera-feira (12), no Cemitrio do Jardim Redentor. A Polcia Civil informou ainda na tarde de tera-feira que identificou o motorista suspeito do atropelamento. Ele dever responder pelo crime de homicdio culposo na direo de veculo. O veculo envolvido no acidente foi encontrado e apreendido depois que policiais receberam uma informao de que ele estava escondido em uma casa na Vila Ipiranga coberto por uma lona. O veculo foi recolhido para percia. Marcas do atropelamento ficaram no asfalto do local do acidente Jarbas Soares/TV TEM Segundo o delegado Carlos Crepe, responsvel pelo caso, o motorista ainda no foi localizado e tambm no houve contato por meio de um advogado. Por isso, o motorista considerado foragido. Os policiais chegaram a ir at a casa do motorista, mas tambm no o encontraram. Algumas testemunhas j foram ouvidas. Segundo o delegado, o fato de o motorista no se apresentar espontaneamente um agravante em relao situao com a Justia. VDEOS: assista s reportagens da regio Veja mais notcias da regio no G1 Bauru e Marlia

Leia Mais

Aulas presenciais obrigatrias: Bauru seguir decreto estadual e prev adequaes na rede municipal


Segundo a prefeitura, Secretaria Municipal de Educao j avaliou estrutura de sua rede para receber todos os alunos; segundo a gesto estadual, na prxima semana, s podero ficar em casa os estudantes que apresentarem justificativa mdica. Bauru anuncia que vai aderir retomada das aulas presenciais na rede municipal a partir de segunda-feira (18) Prefeitura de Bauru/Divulgao A prefeitura de Bauru (SP) informou ao g1 nesta quarta-feira (13) que vai acompanhar em nvel municipal o decreto do governo de SP que definir o retorno das aulas presenciais na rede estadual. O secretrio estadual da Educao Rossieli Soares informou, durante coletiva de imprensa nesta quarta-feira, que as aulas presenciais voltam a ser obrigatrias para 100% dos alunos no estado de So Paulo a partir da prxima segunda-feira (18) na rede estadual. Volta s aulas presenciais obrigatria em SP: perguntas e respostas Embora tenha determinado a obrigatoriedade para todas as escolas j na prxima semana, a medida s poder ser cumprida em algumas unidades a partir do prximo ms, quando o distanciamento entre as carteiras no ser mais exigido. Isso porque muitas instituies no tm estrutura fsica para atender a 100% dos estudantes mantendo o distanciamento entre eles. Segundo a secretaria, o distanciamento entre as carteiras ser inicialmente mantido, mas deixar de ser exigido a partir do dia 3 de novembro. Em agosto, a gesto estadual j tinha reduzido o distanciamento de 1,5 metro para 1 metro. Segundo a prefeitura de Bauru, a Secretaria Municipal de Educao j realizou um estudo sobre a estrutura de cada escola e as mesmas esto sendo adequadas para receber todos os alunos. A exigncia tambm vale para as escolas privadas, mas elas tero prazos definidos pelo Conselho de Educao para se adaptarem. Grupo de excees De acordo com o secretrio, os estudantes s podero deixar de frequentar as escolas mediante apresentao de justificativa mdica, ou aqueles que fazem parte do grupo de excees definidos: Gestantes e purperas Comorbidades com idade a partir de 12 anos que no tenham completado ciclo vacinal contra a Covid Menores de 12 anos que pertencem a grupos de risco para a Covid e ou condio de sade de maior fragilidade Na rede pblica, so cerca de 3,5 milhes de alunos distribudos em mais de 5,4 mil escolas em todo o estado. O uso de mscara por parte de estudantes e funcionrios permanece obrigatrio para todos, assim como a utilizao de lcool em gel nas escolas e equipamentos de proteo individual por parte de professores e demais funcionrios. No incio de agosto, o governo estadual liberou o retorno s aulas presenciais com 100% ocupao respeitando os protocolos sanitrios, o que em algumas unidades exigiu revezamento de grupos. Apesar da autorizao, o envio do estudante para a sala de aula era facultativo aos pais. Na ocasio, as prefeituras tambm tinham autonomia para definir as datas e regras de abertura. Sindicato contrrio O Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de So Paulo (Apeoesp) considerou a medida desnecessria, descabida e perigosa. Na avalio da Apeopesp, as escolas no tm condies de cumprir os protocolos de segurana contra a Covid. O sindicato ainda alega que em diversas instituies no h funcionrios de limpeza para garantir a higienizao das unidades. Vacinao no estado de SP Nesta segunda-feira (11), o estado de SP atingiu mais de 80% da populao adulta com esquema vacinal completo. Segundo dados do Vacinmetro atualizados at as 7h17 desta quarta (13), foram aplicadas 66,7 milhes de doses no estado, o que representa: 99,37% da populao adulta com uma dose 80,27% da populao adulta com esquema vacinal completo 82,78% da populao total com uma dose 61,55% da populao total com esquema vacinal completo Histrico Em setembro do ano passado, o estado retomou as aulas presenciais durante a pandemia, mas manteve um percentual limitador de 35% dos alunos matriculados por dia. Durante a fase emergencial, em maro deste ano, as instituies ficaram abertas apenas para acolhimento de crianas em situao de maior vulnerabilidade e oferta de merenda. Em abril, as escolas foram liberadas para voltar a receber alunos, desde que mantendo a capacidade mxima de 35%. VDEOS: assista s reportagens da Tv Tem

Leia Mais

Forro da Cmara desaba e sesso passa a ser feita de forma virtual em Tup


Incidente aconteceu no teto do plenrio, que estava vazio; ningum se feriu. Local foi interditado e passar por reforma. Forro da Cmara desaba e sesso passa a ser feita de forma virtual em Tup Diego Pereira/Mais Tup/Divulgao O forro do plenrio da Cmara de Vereadores de Tup (SP) desabou na manh desta quarta-feira (13). No momento do incidente no havia ningum no local e por isso no houve feridos. Segundo a presidncia da Casa, o problema no forro foi notado assim que a Cmara foi aberta na manh de hoje. Como a madeira do forro apresentou sinais que estava cedendo, o ambiente do plenrio foi isolado imediatamente. Ainda segunda a Cmara, no momento em que a equipe de manuteno analisava o problema, houve a queda de parte do forro. Ningum se feriu, pois no havia pessoas no plenrio. O prdio da Cmara permaneceu fechado no fim de semana, na segunda-feira e no feriado desta tera-feira (12). Forro da Cmara desaba e sesso passa a ser feita de forma virtual em Tup Diego Pereira/Mais Tup/Divulgao A Defesa Civil foi acionada para averiguar o problema. O ambiente do plenrio segue isolado e a Cmara aguarda a avaliao tcnica para esclarecer as causas do ocorrido. Segundo a Cmara, os prdios, tanto do Legislativo quanto o da TV Cmara, possuem o AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros). A Cmara informou que a sesso desta quarta-feira ser realizada de forma virtual. A populao poder acompanhar a sesso ao vivo pela TV Cmara e pelas redes sociais da emissora, a partir das 20h. Forro da Cmara desaba e sesso passa a ser feita de forma virtual em Tup Diego Pereira/Mais Tup/Divulgao VDEOS: assista s reportagens da regio Veja mais notcias da regio no G1 Bauru e Marlia.

Leia Mais

Marlia confirma mais trs mortes provocadas pela Covid-19


Vtimas so duas mulheres e um homem, que possuam comorbidades; cidade chega marca de 954 bitos desde o incio da pandemia. A Prefeitura de Marlia (SP) confirmou nesta quarta-feira (13) o registro de mais duas mortes provocadas por complicaes da Covid-19. Com isso, a cidade chegou marca de 954 pessoas que morreram com diagnstico da doena desde o incio da pandemia. As vtimas so um homem e duas mulher, sendo que todos possuam comorbidades, ou seja, outras doenas associadas Covid. Veja o perfil das vtimas: Mulher, de 32 anos, portadora de obesidade, segundo notificao do hospital. Ela foi internada no dia 29 de setembro e morreu no ltimo domingo (10). Homem, de 76 anos, que vinha de ps-operatrio de colecistectomia e ps-ressutura de parede abdominal, conforme notificao hospitalar. Ele internou no dia 25 de setembro e morreu na ltima segunda-feira (11). Mulher, de 70 anos, portadora de doena cardiovascular crnica, doena neurolgica crnica e era acamada. Ela foi internada no dia 22 de setembro e morreu na ltima segunda-feira (11). Segundo o boletim epidemiolgico da prefeitura, Marlia contabiliza 36.859 casos confirmados de Covid-19, sendo que deste total, 35.833 moradores conseguiram se curar. Duas mortes ainda esto sob investigao. H 23 pessoas internadas , sendo 13 delas com casos considerados suspeitos, espera de exames. Covid Marlia Prefeitura de Marlia/Divulgao VDEOS: assista s reportagens da regio: Veja mais notcias da regio no G1 Bauru e Marlia. Veja mais notcias da regio no G1 Bauru e Marlia.

Leia Mais