Aperte o PLAY e ouça a Rádio Antena Love

Novo decreto em Campos, RJ, libera eventos para at duas mil pessoas em locais abertos


Documento tambm estabelece novas medidas para a prtica de esportes coletivos. A autorizao e fiscalizao das medidas esto a cargo da Subsecretaria de Posturas, segundo o municpio. Campos, RJ, publica novo decreto e flexibiliza regras para eventos e prticas esportivas Aldo Vianna A Prefeitura de Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, publicou um decreto com novas regras para a realizao de eventos em massa em espaos abertos e fechados da cidade e a prtica de esportes coletivos. As medidas foram publicadas em edio suplementar do Dirio Oficial desta quarta-feira (13). De acordo com o documento, os eventos agora podem receber at duas mil pessoas, se realizados em locais abertos, e no mximo mil pessoas para ambientes fechados. Em ambos os casos, no entanto, o nmero deve corresponder a capacidade limitada de 50% do espao fsico. Tambm preciso respeitar a proporcionalidade de 1,5 metros quadrados por pessoa de rea livre, no podendo ultrapassar a capacidade mxima permitida no alvar do Corpo de Bombeiros. O organizador do evento tambm ser responsvel pela cobrana de carto de vacina e dever afixar, em local visvel, banner contendo informaes sobre sinais e sintomas da Covid-19, locais de testagem e telefone de contato do Telecovid. Para a realizao de shows e eventos, alm de seguir regras especficas de preveno e combate Covid-19, os responsveis pelas atividades tambm devero obter o Nada a Opor da subsecretaria de Posturas e a documentao do Corpo de Bombeiros e da Polcia Militar, confirmando que o espao est apto, liberado e regularizado para uso. Ainda de acordo com o decreto, caber subsecretaria de Posturas o recebimento de pedidos para realizao dos eventos, bem como a avaliao, aprovao e fiscalizao. O documento determina, ainda, que a durao dos eventos noturnos ser de seis horas, no podendo o encerramento ultrapassar o horrio de 4h (quatro da manh). Todos os protocolos previstos no decreto devem ser seguidos e o descumprimento das novas regras prev notificao e multa, alm de suspenso do Nada a Opor. Em caso de reincidncia, o local no poder ser usado para evento durante 30 dias. As multas e sanes valem tanto para o solicitante junto Posturas como para o proprietrio do espao onde o evento foi realizado. Decreto tambm flexibiliza prtica de esportes O novo decreto permite a utilizao de aparelhos ergomtricos, tais como esteiras, bicicletas e similares e esportes coletivos no interior de prdios e academias, assim como academias de condomnio, com limite de 50% da capacidade de lotao. Profissionais de educao fsica que atuam como personal trainer podero atuar seguindo os protocolos sanitrios e respeitando os distanciamentos entre os alunos. As piscinas tambm esto liberadas, inclusive para aulas de natao e hidroginstica, com mais de uma pessoa por raia, desde que vacinadas. Da mesma forma, piscinas dos condomnios podero ser frequentadas para uso recreativo, tambm com cumprimento dos protocolos e distanciamento, limitada a lotao em at 50% da capacidade.

Leia Mais

Justia nega pedido de soltura de pais de beb espancado em So Fidlis, no RJ


Audincia de instruo do caso foi na tarde desta quinta-feira (14). Pai est preso em Itaperuna e responde por tortura e a me, presa em Campos, responde por omisso. Dominick foi espancado em abril e ficou 55 dias na UTI. Pai vai passar por exame de sanidade mental. A Justia negou o pedido da defesa para soltura dos pais do pequeno Dominick, beb que foi espancado em abril pelo prprio pai em So Fidlis, no Noroeste Fluminense. A audincia de instruo do caso foi na tarde desta quinta-feira (14). Apesar de negar o relaxamento da priso dos pais da criana, a Justia atendeu ao pedido da defesa para que o pai de Dominick realize um exame de sanidade mental. Aps as agresses, Dominick, na poca com dois meses, ficou em estado grave e foi internado no Hospital Ferreira Machado. Ele ficou internado por 68 dias, sendo 55 deles na UTI. O pai e a me de Dominick foram presos no dia em que ele deu entrada no hospital. O pai vai responder por tortura qualificada mediante ao e a me por tortura mediante omisso. Dominick recebeu alta em junho e foi recebido com carinho por tios, avs e familiares. Dominick recebeu alta e foi recebido com amor pelos avs e pelos tios Reproduo/Inter TV Uma nova audincia foi marcada para o dia 11 de novembro. O pai est preso em Itaperuna e responde por tortura qualificada e a me, presa em Campos, responde por omisso. Na audincia desta quinta-feira, agendada pelo juiz titular da 1 Vara da Comarca de So Fidlis, Marcio Roberto da Costa, foram colhidos depoimentos das testemunhas, dos rus (pai e me do beb), de peritos e demais envolvidos para a produo de prova oral. Relembre o caso O pequeno Dominick recebeu alta no dia 9 de junho, j com quatro meses de idade. Ele passou a maior parte da curta vida internado no Hospital Ferreira Machado depois de ser agredido pelo prprio pai. A motivao do crime, segundo depoimento do pai polcia, teria sido porque o beb no para de chorar. O tio do beb, Agnaldo Rangel, acompanhou a recuperao de Dominick e mantinha todos informados pelas redes sociais, depois que o caso ganhou repercusso. A cada nova conquista na luta do beb pela vida, Agnaldo publicava uma mensagem nas redes. Com a repercusso, uma corrente do bem se formou pela recuperao da vtima. Agnaldo Rangel, tio do Dominick, compartilhava atualizaes do boletim mdico do beb nas redes sociais Reproduo/Inter TV Os familiares contam que a notcia da agresso chegou para eles com um misto de espanto e revolta. Enquanto se recuperava no hospital, Dominick passou por vrias cirurgias e chegou a perder um dos rins. Depois da angstia e espera da famlia, o beb voltou para casa e ficou sob os cuidados dos avs e dos tios.

Leia Mais

Aougue com carne podre e criao irregular de porcos multado pela Vigilncia Sanitria em Campos, no RJ


De acordo com rgo, tambm foram encontrados produtos com data de validade vencida, carne e linguia clandestinas, entre outras irregularidades. Alimentos foram apreendidos e inutilizados em aterro sanitrio. Vigilncia Sanitria de Campos, RJ, encontrou carnes mal acondicionadas e estragadas em aougue no Parque Guarus Divulgao/Vigilncia Sanitria Um aougue foi multado na manh desta quinta-feira (14) em Campos, no Norte Fluminense, aps agentes da Vigilncia Sanitria flagrarem diversas irregularidades no local. Entre elas, carnes podres e uma criao irregular de porcos. De acordo com a Vigilncia, a equipe chegou ao estabelecimento, localizado no Parque Guarus, aps uma denncia sobre comercializao de carne e linguia com validade vencida. Chegando ao local, os fiscais se depararam com uma situao estarrecedora: dois freezers repletos de carne mal acondicionada, jogadas de qualquer maneira, esverdeadas, com moscas grudadas e forte odor ptrido, informou a Vigilncia Sanitria. Carnes encontradas em aougue em Campos, RJ, tambm estavam com moscas grudadas Divulgao/Vigilncia Sanitria De acordo com os agentes, tambm foram encontrados produtos com data de validade vencida, carne e linguia clandestinas, falta de higiene, entre outras irregularidades. Nos fundos do estabelecimento foi flagrada, ainda, uma fabricao clandestina de carne salgada, outro freezer com carnes podres acumuladas e uma criao irregular de porcos. Os alimentos foram apreendidos e levados para inutilizao no aterro sanitrio. Tambm foi confiscada uma embutideira utilizada para fabricao clandestina de linguias. Alimentos foram inutilizados em aterro sanitrio em Campos, no RJ Divulgao/Vigilncia Sanitria A Vigilncia Sanitria orienta aos consumidores que estejam sempre atentos as condies higinico-sanitrias dos estabelecimentos, as caractersticas dos produtos, prazo de validade e que s comprem carnes que possuam selo de inspeo sanitria. O rgo recebe denncias pelo WhatsApp por meio do telefone (22) 99868-0244.

Leia Mais

Justia realiza audincia de instruo do caso de beb espancado pelo pai em So Fidlis, no RJ


Audincia ser nesta quinta-feira (14), a partir das 14h. Pequeno Dominick foi espancado em abril e ficou 68 dias internado, sendo 55 na UTI. Ele recebeu alta em junho e foi recebido com amor e carinho de tios e avs. Pai e me so rus no caso. A Justia vai realizar a partir das 14h desta quinta-feira (14) uma audincia de instruo para colher provas de testemunhas do caso do espancamento do pequeno Dominick, beb que foi espancado em abril pelo prprio pai em So Fidlis, no Noroeste Fluminense. A audincia ser no Frum da cidade. Aps as agresses, Dominick, na poca com dois meses, ficou em estado grave e foi internado no Hospital Ferreira Machado. Ele ficou internado por 68 dias, sendo 55 deles na UTI. O pai e a me de Dominick foram presos no dia em que ele deu entrada no hospital. O pai vai responder pela agresso e a me por omisso. Dominick recebeu alta em junho e foi recebido com carinho por tios, avs e familiares. Dominick recebeu alta e foi recebido com amor pelos avs e pelos tios Reproduo/Inter TV Na audincia desta quinta-feira, agendada pelo juiz titular da 1 Vara da Comarca de So Fidlis, Marcio Roberto da Costa, sero colhidos depoimentos das testemunhas, dos rus (pai e me do beb), de peritos e demais envolvidos para a produo de prova oral. Relembre o caso O pequeno Dominick recebeu alta no dia 9 de junho, j com quatro meses de idade. Ele passou a maior parte da curta vida internado no Hospital Ferreira Machado depois de ser agredido pelo prprio pai. A motivao do crime, segundo depoimento do pai polcia, teria sido porque o beb no para de chorar. O tio do beb, Agnaldo Rangel, acompanhou a recuperao de Dominick e mantinha todos informados pelas redes sociais, depois que o caso ganhou repercusso. A cada nova conquista na luta do beb pela vida, Agnaldo publicava uma mensagem nas redes. Com a repercusso, uma corrente do bem se formou pela recuperao da vtima. Agnaldo Rangel, tio do Dominick, compartilhava atualizaes do boletim mdico do beb nas redes sociais Reproduo/Inter TV Os familiares contam que a notcia da agresso chegou para eles com um misto de espanto e revolta. Enquanto se recuperava no hospital, Dominick passou por vrias cirurgias e chegou a perder um dos rins. Depois da angstia e espera da famlia, o beb voltou para casa e ficou sob os cuidados dos avs e dos tios.

Leia Mais

Evento on-line e gratuito sobre o mercado da moda no ps-pandemia ser realizado nesta sexta-feira


Palestras sobre novas estratgias de marketing, sustentabilidade e as tendncias do setor comeam a partir das 18h30 e sero transmitidas ao vivo pelo canal oficial do Sindvest-NF. Sindvest-NF realiza evento on-line e gratuito sobre o mercado da moda no ps-pandemia Divulgao/Sindvest-NF A indstria da moda ser tema de um evento on-line nesta sexta-feira (15). Promovido pelo Sindicato das Indstrias do Vesturio do Norte Fluminense (Sindvest-NF), o evento comea a partir de 18h30, e tem como objetivo discutir o presente e o futuro do mercado txtil. Na programao, palestras sobre novas estratgias de marketing, sustentabilidade e as tendncias do setor, alm de desfile com sete marcas da regio mostrando a moda primavera/vero. A transmisso acontece pelo canal do Sindvest-NF no YouTube. Entre as palestrantes est Milena Carrielo, coordenadora operacional de Educao Profissional do Espao da Moda da Firjan Senai Nova Friburgo. Milena vai falar sobre o futuro da moda no Brasil e no mundo ps-pandemia. Na pandemia, ficamos muito em casa, ento no havia para quem exibir; todos se voltaram muito para o conforto. Ento acredita-se que no ps-pandemia, vamos estar muito conectados a questes como sade, bem estar, tecnologia e sustentabilidade. Teremos uma moda mais democrtica e consciente, adequada a cada estilo, gnero e faixa etria, alm de conectada aos gostos dos consumidores a partir da inteligncia de dados e do uso massivo da internet e das redes sociais, explicou Milena. Evento on-line busca discutir o presente e o futuro do mercado txtil Divulgao/Sindvest-NF Para o vice-presidente da Firjan Norte Fluminense e presidente do Sindvest-NF, Luiz Damio, o evento uma grande oportunidade de troca de informaes com alguns dos maiores estudiosos do mercado. A moda viva, est sempre reciclando, da a importncia de trocarmos ideias e buscarmos fazer diferente. E o evento muito oportuno tendo em vista este momento de retomada da economia e de mudana de paradigmas. Por isso, vamos trazer novas informaes e contribuir com essa troca de contedo, to importante para o mercado e para o desenvolvimento do setor em nossa regio, estimulando estudantes de moda a se tornarem tambm empreendedores, disse. Esta ser a segunda edio do Indstria da Moda. A primeira aconteceu antes da pandemia, em 2019, na Firjan SENAI Campos, e contou com a presena de uma srie de industriais, profissionais de moda e design discutindo as tendncias do setor e as formas de estimular o mercado de Campos como polo criativo na rea de moda. Para a vice-presidente do sindicato, Monalisa Crespo, o evento um estmulo aos microempreendedores que buscam se desenvolver. As indstrias daqui j so referncia no interior do Estado, com participaes em colees nas grandes capitais. Ento este evento vem fortalecer a economia da regio e dar visibilidade ao setor, estimulando outros profissionais a tambm desenvolverem seus negcios, afirmou. Entre os palestras tambm esto Mrcia Freitas, que vai falar sobre aes de sustentabilidade que esto mudando a forma de negcio; e Fbio Monnerat, referncia como consultor de marketing e comunicao de moda h mais de 15 anos, que vai explicar as estratgias e aes realizadas com a finalidade de criar conexes e sensaes conscientes ou no entre marca e consumidor. 1xVelocidade de reproduo0.5xNormal1.2x1.5x2x

Leia Mais

Investidores de Campos, RJ, entram na Justia contra empresa do fara dos bitcoins pedindo devoluo de dinheiro


De acordo com os investidores, a empresa suspendeu os pagamentos aps os desdobramentos da Operao Kryptos, realizada pela Polcia Federal em agosto e que culminou na priso de Glaidson Accio dos Santos. Uma srie de clientes de Campos, no Norte Fluminense, que investiram na G.A.S Consultoria Bitcoin entraram na Justia contra a empresa, pedindo a resciso do contrato e a devoluo dos valores investidos. A G.A.S tinha como dono Glaidson Accio dos Santos, preso em agosto por crimes contra o sistema financeiro. O advogado Jefferson Almeida representa dez antigos clientes da G.A.S. Todos eles buscam a resciso contratual com a empresa, aps no receberem o retorno financeiro prometido. Os clientes de Jefferson investiram valores considerados de pequeno a mdio porte, indo dos R$ 5 mil aos R$ 20 mil. Glaidson Accio dos Santos, preso na Operao Kryptos Reproduo/TV Globo Vamos supor que voc investisse R$ 10 mil, voc teria 10% daqueles 10 mil reais mensalmente. A partir do momento que aqueles 10% no cumprido, isso gera o direito de resciso unilateral do contrato, ou seja, gera ao cliente o dinheiro de volta. At no contrato tem uma clusula por parte da G.A.S que fala sobre isso, que se voc no cumprir o contrato, voc gera a resciso. Foi isso o que aconteceu, explica Jefferson Almeida. LEIA TAMBM: De garom a milionrio: saiba quem Glaidson, preso por suspeita de pirmide no RJ MPF indica que empresa do fara dos bitcoins atuou em sete pases Fara dos bitcoins: Glaidson e mais 16 viram rus Esquema de pirmide de Glaidson vai gerar enxurrada de registros de estelionato, diz polcia Dos dez clientes que entraram na Justia, quatro j conseguiram liminares favorveis para garantir a devoluo do dinheiro. De acordo com os investidores, a empresa suspendeu os pagamentos aps os desdobramentos da Operao Kryptos, realizada pela Polcia Federal em agosto e que culminou na priso de Glaidson, suspeito de chefiar um esquema ilegal, conhecido como pirmide financeira. Glaidson investigado por crimes contra o sistema financeiro, alm de organizao criminosa e lavagem de dinheiro. Dinheiro apreendido na casa de Glaidson sendo contabilizado Reproduo A procura por escritrios como o do Jefferson tem sido cada vez maior, todos contando a mesma histria. As pessoas continuam nos procurando. Hoje mesmo, mais cedo, eu estava aqui conversando com alguns clientes na perspectiva de entrar com mais aes, disse Jefferson. Outro advogado, Jos Paes Neto, calcula que, em todo o estado, j so 240 processos contra a empresa. Jos tambm representa um investidor, que deixou R$ 100 mil na G.A.S. Ele tambm conseguiu uma liminar para garantir que o dinheiro seja devolvido. Diante do nmero de investidores que se tem conhecimento, dos valores envolvidos, h um risco bastante significativo de que no haja recurso suficiente para que todos os investidores sejam ressarcidos. Ento, por isso, esse pedido liminar de arresto no s das contas da empresa, como tambm de reserva dos valores eventualmente bloqueados no processo criminal na Justia Federal, como uma tentativa de resguardar os direitos desse investidor ao final do processo, disse o advogado. Pirmide financeira do mundo moderno Para o professor de economia, Saulo Jardim, esquemas como o que a G.A.S. est sendo investigada no podem ser considerados investimentos de fato. No considerado um investimento porque o recurso captado no aplicado em nenhuma atividade financeira especfica, nenhuma atividade produtiva. A clssica pirmide financeira vem com outra cara, aparece pra gente nesse mundo moderno com outra cara, porque, na verdade, quem garante a alta rentabilidade que o suposto investimento oferece so os novos entrantes no esquema. Eles garantem a alta rentabilidade das pessoas que entraram anteriormente no esquema, alerta o professor. Uma dica para saber se o investimento confivel pesquisar na internet. O site da Comisso de Valores Mobilirios, autarquia vinculada ao Ministrio da Economia do Brasil, tem um espao em que possvel buscar o nome da empresa que est oferecendo o investimento. Se o cadastro for encontrado, a chance da proposta ser confivel maior do que se ele no aparecer na busca. Por isso, antes de investir qualquer dinheiro, alm de estudar a empresa, importante tambm saber quais as condies que ela oferece. A primeira coisa, pra quem entende um pouco, assusta, n? Como assim 10% ao ms? Que ativo esse que garante, com risco zero, uma rentabilidade de 10% ao ms? Eu no conheo nenhum, que chegue nem perto disso. Inclusive, hoje, um que chegue aos 10% ao ano um ativo que paga muito bem em termos de retorno, explica o professor. Pessoas prximas j me procuraram algumas vezes dizendo que tinham recebido oferta que rende 10% ao ms e perguntando se confivel ou no, e eu falo: Se garantiu 10% ao ms, no precisa nem me contar a histria. No confivel!.

Leia Mais

Investidores de Campos, RJ, entram na Justia contra empresa do fara dos bitcoins pedindo devoluo de valores


De acordo com os investidores, a empresa suspendeu os pagamentos aps os desdobramentos da Operao Kryptos, realizada pela Polcia Federal em agosto e que culminou na priso de Glaidson Accio dos Santos. Uma srie de clientes de Campos, no Norte Fluminense, que investiram na G.A.S Consultoria Bitcoin entraram na Justia contra a empresa, pedindo a resciso do contrato e a devoluo dos valores investidos. A G.A.S tinha como dono Glaidson Accio dos Santos, preso em agosto por crimes contra o sistema financeiro. O advogado Jefferson Almeida representa dez antigos clientes da G.A.S. Todos eles buscam a resciso contratual com a empresa, aps no receberem o retorno financeiro prometido. Os clientes de Jefferson investiram valores considerados de pequeno a mdio porte, indo dos R$ 5 mil aos R$ 20 mil. Glaidson Accio dos Santos, preso na Operao Kryptos Reproduo/TV Globo Vamos supor que voc investisse R$ 10 mil, voc teria 10% daqueles 10 mil reais mensalmente. A partir do momento que aqueles 10% no cumprido, isso gera o direito de resciso unilateral do contrato, ou seja, gera ao cliente o dinheiro de volta. At no contrato tem uma clusula por parte da G.A.S que fala sobre isso, que se voc no cumprir o contrato, voc gera a resciso. Foi isso o que aconteceu, explica Jefferson Almeida. LEIA TAMBM: De garom a milionrio: saiba quem Glaidson, preso por suspeita de pirmide no RJ MPF indica que empresa do fara dos bitcoins atuou em sete pases Fara dos bitcoins: Glaidson e mais 16 viram rus Esquema de pirmide de Glaidson vai gerar enxurrada de registros de estelionato, diz polcia Dos dez clientes que entraram na Justia, quatro j conseguiram liminares favorveis para garantir a devoluo do dinheiro. De acordo com os investidores, a empresa suspendeu os pagamentos aps os desdobramentos da Operao Kryptos, realizada pela Polcia Federal em agosto e que culminou na priso de Glaidson, suspeito de chefiar um esquema ilegal, conhecido como pirmide financeira. Glaidson investigado por crimes contra o sistema financeiro, alm de organizao criminosa e lavagem de dinheiro. Dinheiro apreendido na casa de Glaidson sendo contabilizado Reproduo A procura por escritrios como o do Jefferson tem sido cada vez maior, todos contando a mesma histria. As pessoas continuam nos procurando. Hoje mesmo, mais cedo, eu estava aqui conversando com alguns clientes na perspectiva de entrar com mais aes, disse Jefferson. Outro advogado, Jos Paes Neto, calcula que, em todo o estado, j so 240 processos contra a empresa. Jos tambm representa um investidor, que deixou R$ 100 mil na G.A.S. Ele tambm conseguiu uma liminar para garantir que o dinheiro seja devolvido. Diante do nmero de investidores que se tem conhecimento, dos valores envolvidos, h um risco bastante significativo de que no haja recurso suficiente para que todos os investidores sejam ressarcidos. Ento, por isso, esse pedido liminar de arresto no s das contas da empresa, como tambm de reserva dos valores eventualmente bloqueados no processo criminal na Justia Federal, como uma tentativa de resguardar os direitos desse investidor ao final do processo, disse o advogado. Pirmide financeira do mundo moderno Para o professor de economia, Saulo Jardim, esquemas como o que a G.A.S. est sendo investigada no podem ser considerados investimentos de fato. No considerado um investimento porque o recurso captado no aplicado em nenhuma atividade financeira especfica, nenhuma atividade produtiva. A clssica pirmide financeira vem com outra cara, aparece pra gente nesse mundo moderno com outra cara, porque, na verdade, quem garante a alta rentabilidade que o suposto investimento oferece so os novos entrantes no esquema. Eles garantem a alta rentabilidade das pessoas que entraram anteriormente no esquema, alerta o professor. Uma dica para saber se o investimento confivel pesquisar na internet. O site da Comisso de Valores Mobilirios, autarquia vinculada ao Ministrio da Economia do Brasil, tem um espao em que possvel buscar o nome da empresa que est oferecendo o investimento. Se o cadastro for encontrado, a chance da proposta ser confivel maior do que se ele no aparecer na busca. Por isso, antes de investir qualquer dinheiro, alm de estudar a empresa, importante tambm saber quais as condies que ela oferece. A primeira coisa, pra quem entende um pouco, assusta, n? Como assim 10% ao ms? Que ativo esse que garante, com risco zero, uma rentabilidade de 10% ao ms? Eu no conheo nenhum, que chegue nem perto disso. Inclusive, hoje, um que chegue aos 10% ao ano um ativo que paga muito bem em termos de retorno, explica o professor. Pessoas prximas j me procuraram algumas vezes dizendo que tinham recebido oferta que rende 10% ao ms e perguntando se confivel ou no, e eu falo: Se garantiu 10% ao ms, no precisa nem me contar a histria. No confivel!.

Leia Mais

Quissam, RJ, zera ocupao de leitos para tratamento da Covid-19 pela 1 vez desde o incio da pandemia


Trs ltimos pacientes internados com a doena receberam alta neste domingo (10). Alm de zerar internaes, municpio completou, as primeiras 24 horas com nenhum novo caso confirmado. Imagens mostram leitos UTI e enfermaria Covid vazios em hospital de Quissam, no RJ O municpio de Quissam, no Norte Fluminense, zerou a ocupao de leitos de enfermaria de UTI destinados a pacientes com a Covid-19. A informao foi divulgada pela Prefeitura nesta segunda-feira (11). De acordo com o municpio, essa a primeira vez, desde o incio da pandemia, que Quissam no tem pessoas internadas pela doena. Os ltimos trs pacientes que estavam internados receberam alta neste domingo (10). Ainda de acordo com a Prefeitura, alm de zerar as internaes por Covid, o municpio completou as primeiras 24 horas sem ter novos casos confirmados da doena. Para a secretaria municipal de Sade, os nmeros positivos so reflexo da vacinao em massa, e tambm do engajamento das diversas secretarias municipais e servidores, principalmente das equipes de sade do Municpio, incansveis no enfrentamento da pandemia. Pela primeira vez, leitos de enfermaria e UTI Covid-19 ficam vazios em Quissam, no RJ Secom/Prefeitura de Quissam Alm disso, o entendimento da populao quanto aos cuidados para se evitar o contgio, foram fundamentais. Embora o coronavrus e a pandemia ainda sejam realidade e no haja possibilidade de relaxar com os cuidados, zerar o nmero de internaes um marco, comemorou a secretaria. Graciela Manhes, de 38 anos, foi a ltima das trs pacientes que estavam internadas, a receber alta, s 16h50 de domingo (10). Antes dela, Geralda Pereira, 87 anos, s 12h30, e Magali Alves, 68, s 16h15, haviam recebido alta, juntamente com Maria da Penha Silva, 74, que tinha sido transferida para a clnica mdica. Aps um ano e sete meses a gente comemora uma grande vitria, que no ter nenhuma pessoa internada no nosso hospital. uma vitria do nosso sistema de sade, uma vitria de todos ns, uma prova que a vacina que salva, afirmou a prefeita Ftima Pacheco. ltimos pacientes internados para tratamento da Covid-19 receberam alta neste domingo (10), em Quissam, no RJ Secom/Prefeitura de Quissam Enfermeira do Servio de Controle de Infeco Hospitalar, Niara Ribeiro disse que a equipe ficou emocionada, quando foram zeradas as internaes, ressaltando que apesar do panorama favorvel e do otimismo, ainda no se pode relaxar com relao s medidas de preveno: as pessoas no podem relaxar com os cuidados, mas hoje um dia para celebrarmos, disse ela. Com a pandemia ainda sendo uma ameaa e a possibilidade de novos casos no afastada completamente, o coordenador tcnico do Centro de Sade e mdico da Vigilncia Epidemiolgica, Roberto Nascimento Lopes Filho, considerou o momento uma grande prova para todos os profissionais de sade e para a sociedade. Temos que agradecer por essa oportunidade de reforar nossas convices, mostrar que sabemos o que fazer quando postos prova e que teremos sempre que defender o que conquistamos, porque disso depende a vida de muitas pessoas que precisam que lutemos por elas, afirmou o mdico. Quissam tam 25.535 habitantes. De acordo com a Prefeitura de Quissam, 18.856 pessoas j tomaram a primeira dose da vacina, o que representa 73,8%. J a segunda dose foi aplicada em 8.048 pessoas, at o momento, 31,5% da populao. Ainda segundo o levantamento, at agora, a dose de reforo foi aplicada em 79 habitantes.

Leia Mais

Adolescente flagrado dirigindo carro roubado na BR-101, em Campos, no RJ


Menor foi abordado por agentes da Polcia Rodoviria Federal (PRF) na manh desta quarta-feira (6). Veculo havia sido roubado em junho deste ano. Agentes da PRF apreendem carro roubado durante abordagem na BR-101, em Campos, no RJ Divulgao/PRF Um adolescente de 17 anos foi flagrado dirigindo um carro roubado na manh desta quarta-feira (6) no km 78 da BR-101, em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense. O flagrante foi feito por uma equipe da Polcia Rodoviria Federal (PRF) por volta das 7h, durante uma fiscalizao. De acordo com a PRF, os agentes perceberam que havia algo errado ao identificarem indcios de adulterao dos sinais caractersticos do veculo. Ao consultar os sistemas da PRF, a equipe constatou haver um registro de roubo do veculo, de 14 de junho deste ano. Ao abordar o condutor, eles tambm verificaram que ele tinha 17 anos, portanto, no era habilitado para conduo de veculos automotores, conforme o Cdigo Brasileiro de Trnsito. O veculo e o condutor foram apreendidos e encaminhados, pela PRF, 134 Delegacia de Polcia Civil, em Campos dos Goytacazes, onde o caso foi registrado. 00:00 / 27:17

Leia Mais

Dupla presa aps morte de taxista degolado na BR-101, em Quissam, RJ; suspeitos confessaram o crime


Dupla estava escondida em mata s margens da rodovia e confessou o crime, segundo a polcia. Assassinato aconteceu aps homens anunciarem assalto e entrarem em luta corporal com vtima. Dupla suspeita de matar taxista degolado presa em Quissam, no RJ Polcia Civil Policiais do 32 Batalho de Polcia Militar (BPM) em Maca (RJ) prenderam dois homens suspeitos de matar um homem nesta tera-feira (5), na BR-101, em Quissam, no Norte Fluminense. A vtima foi encontrada degolada ao lado de um txi parado no acostamento da rodovia no incio da tarde desta tera. De acordo com a Polcia Militar, os homens foram abordados ao sarem de uma mata s margens da estrada, prximo trevo do Andorinhas, por volta das 18h30, e confessaram o crime. A vtima foi identificada como Jorge Maxi da Silva, de 61 anos. Vtima foi identificada como Jorge Maxi da Silva, de 61 anos. Reproduo/Redes sociais Para os agentes, os suspeitos alegaram ter embarcado no txi na rodoviria de Maca com destino cidade de Campos, onde seguiriam em um nibus para a Bahia. Durante o deslocamento, entretanto, eles anunciaram o roubo quando Jorge reagiu entrando em luta corporal com ambos e foi golpeado por uma faca. O objeto utilizado no crime foi encontrado no interior do carro. O corpo de Jorge Maxi foi encontrado por agentes da Arteris Fluminense quando faziam uma inspeo de trfego na rodovia. Aps cometer o crime, a dupla se embrenhou na mata e permaneceu escondida o dia todo. Mas resolveram sair do local com a chegada da noite, momento em que foram abordados por agentes que fazia buscas na regio. Jorge Maxi morava e trabalhava em Maca. O corpo do taxista foi reconhecido pela famlia e segue no IML de Maca. O idoso deve ser velado e sepultado nesta quarta-feira (6).

Leia Mais